Busca avançada
Ano de início
Entree

Variabilidade interanual dos transportes meridionais através da rede transatlântica SAMOC (SAMBAR)

Processo: 17/09659-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de dezembro de 2017 - 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Física
Pesquisador responsável:Edmo José Dias Campos
Beneficiário:Edmo José Dias Campos
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados: Alberto Piola ; Carlos Alessandre Domingos Lentini ; Carlos Augusto de Sampaio França ; Carlos Eduardo Peres Teixeira ; Christopher Meinen ; Daniel Valla ; David Smeed ; Elaine McDonagh ; Elisabete de Santis Braga da Graça Saraiva ; Evgeny Morozov ; Fabrício Sanguinetti Cruz de Oliveira ; Hosmay Lopez ; Humberto Marotta Ribeiro ; Isabelle Ansorge ; Johannes Karstensen ; José Luis Pelegrí Llopart ; Leticia Cotrim da Cunha ; Luis Antônio Lacerda Aímola ; Luiz Drude de Lacerda ; Lynne Talley ; Marcelo Barreiro ; Maria Paz Chidichimo ; Mauro Cirano ; Olga Tiemi Sato ; Paola Maria Castellano Ossa Fernandes ; Paulo Nobre ; Paulo Simionatto Polito ; Peter Brandt ; Peter Zavialov ; Raul Alfredo Guerrero ; Regina Rodrigues Rodrigues ; Reindert Haarsma ; Renellys C Perez ; Ricardo Matano ; Rodrigo Kerr Duarte Pereira ; Sabrina Speich ; Shenfu Dong ; Silvia Lucia Garzoli ; Sybren Drijfhout ; Tarron Ann Lamont ; Tercio Ambrizzi ; Wilton Zumpichiatti Arruda
Bolsa(s) vinculada(s):17/25110-4 - Estudo dos processos físicos associados aos impactos do dipolo do Atlântico Sul no continente sul-americano, BP.PD
17/23133-7 - Variabilidade interanual da água modal subtropical do Atlântico Sul associada à padrões climáticos remotos, BP.IC
Assunto(s):Propriedades termodinâmicas  Modelos numéricos de circulação  Mudança climática  Avaliação de impacto  Correntes oceânicas  Oceanos  Atlântico Sul  Clima  Telemetria 

Resumo

A pesquisa proposta objetiva um melhor entendimento da variabilidade interanual do conteúdo de calor e dos transportes meridionais através 34.5S, seção zonal referida como SAMBA (do inglês South Atlantic Meridional Overturning Circulation (SAMOC) Basin-wide Array). Propõe-se investigar os impactos de mudanças globais no oceano e as respostas de mudanças na circulação do Atlântico Sul no clima regional e na estabilidade da circulação de revolvimento meridional (MOC). Para se alcançar os objetivos, as atividades incluirão: a compra e instalação de plataformas de observação no Atlântico Sul; a condução de cruzeiros anuais para o lançamento, serviços e telemetria de dados armazenados em instrumentos fundeados; a realização de amostragens de propriedades físicas e bioquímicas da coluna de água; a busca de dados auxiliares; e a análise de observações e resultados de experimentos modelos numéricos. Os resultados do projeto irão contribuir para um melhor entendimento do clima, em escalas regional e global, e para benefícios sociais e impactos econômicos mais imediatos uma vez que regiões costeiras do Brasil estão expostas e são altamente vulneráveis a mudanças na circulação do Atlântico. Leves mudanças nas correntes e propriedades termodinâmicas podem ter impactos dramáticos no clima regional, na elevação da superfície do mar, na geomorfologia da costa e nos ecossistemas costeiros. O melhor conhecimento dos processos de grande escala no Atlântico é essencial para o desenho apropriado de redes de observação costeira e políticas mais efetivas para o entendimento dos impactos das mudanças climáticas, e para medidas de mitigação, adaptação e proteção do meio ambiente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Instituto Oceanográfico da USP tem duas oportunidades de Bolsa da FAPESP  
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.