Busca avançada

Cromatografia líquida em uma gota e seu acoplamento com espectrometria de massas: estratégias instrumentais, desenvolvimento de materiais, automatização e aplicações analíticas

Processo: 17/02147-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2017 - 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Fernando Mauro Lanças
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Alvaro José dos Santos Neto ; Maria Eugênia Queiroz Nassur
Pesq. associados:Gisela de Aragão Umbuzeiro ; José Alexandre de Souza Crippa ; José Luiz da Costa ; Marcelo Zaiat ; Paulo Clairmont Feitosa de Lima Gomes ; Vitor Tumas
Assunto(s):Microextração em fase líquida  Microextração em fase sólida  Cromatografia 

Resumo

A motivação principal dessa proposta centra-se no reconhecimento de que uma bem explorada associação de micro técnicas cobrindo o preparo da amostras, a cromatografia e a espectrometria de massas exibe potencialidades concretas para ganhos em qualidade analítica em conjunto com um respeito a preceitos da química verde. Assim, de maneira objetiva, são previstos avanços cobrindo desde aspectos fundamentais até aplicações a amostras reais de relevância envolvendo essa associação de micro técnicas de análise. Os seguintes tópicos serão destacados, em busca de uma concreta evolução nas ciências analíticas: i) a pesquisa de novos materiais, meios e estratégias aplicadas ao aumento do desempenho de micro extrações; ii) a inovação na automatização e associação das técnicas analíticas de preparo de amostras, cromatografia e espectrometria de massas; iii) a busca por novas colunas cromatográficas mais eficientes e robustas em micro e nano escalas e (v) a avaliação, desenvolvimento e aplicação do acoplamento das micro e nano colunas desenvolvidas com a espectrometria de massas para maior eficiência de ionização e capacidades de obtenção de níveis de detecção sem precedentes a partir do uso de quantidades limitadas de amostras complexas. No quesito das aplicações em química e áreas relacionadas, enfocaremos: i) aplicações biomédicas para a análise de marcadores endógenos e fármacos/drogas em fluidos biológicos; ii) aplicações ambientais no estudo da degradação de fármacos e outros compostos emergentes em biorreatores; iii) aplicações ecotoxicológicas para monitorar a absorção de toxicantes por pequenos organismos aquáticos, correlacionando a informação química com outras observações toxicológicas; iv) aplicações em segurança alimentar buscando-se métodos mais rápidos, eficientes e robustos para analitos e matrizes que apresentam severas dificuldades analíticas. (AU)