Busca avançada

Estudos genômicos associados às características de resistência a endoparasitas em ovinos Santa Inês

Processo: 16/14522-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2017 - 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Claudia Cristina Paro de Paz
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Zootecnia. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Nova Odessa, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Danísio Prado Munari
Pesq. associados:Lenira El Faro Zadra ; Nedenia Bonvino Stafuzza ; Ricardo Lopes Dias da Costa ; Ricardo Vieira Ventura ; Rodrigo Pelicioni Savegnago
Assunto(s):Endogamia  Estudos de associação genética 

Resumo

O rebanho ovino brasileiro cresce de maneira significativa, embora o país ainda não seja autossuficiente para atender a demanda de carne do mercado interno. Os principais motivos que fazem com que a demanda do mercado consumidor não seja atendida são relacionados com o manejo antiquado adotado pela maioria dos produtores, em que os animais são criados de forma extensiva com pouca ou nenhuma tecnologia empregada, e com a susceptibilidade da espécie aos endoparasitas, principalmente aos gastrointestinais. As principais características utilizadas para medir a resistência de ovinos a endoparasitas gastrointestinais são a Coloração da Conjuntiva Ocular (CCO), contagem de ovos por grama de fezes (OPG), Proteína Plasmática (PP), Volume Globular (VG) e coprocultura (%H) que mede a porcentagem do endoparasita Haemonchus contortus. Assim, os objetivos deste projeto serão: 1) genotipar cerca de 1.150 ovinos Santa Inês com o Ovine SNP50 Genotyping BeadChip (Illumina); 2) estimar parâmetros genéticos para as características relacionadas à resistência a verminose em ovinos Santa Inês, por meio de modelos mistos utilizando o método da máxima verossimilhança restrita e inferência Bayesiana; 3) realizar estudos de seleção genômica utilizando modelos lineares, Bayesianos e de Redes Neurais para obtenção dos valores genômicos para as características em estudo; 4) realizar estudo de associação genômica ampla (GWAS) para as características em estudo; 5) calcular o desequilíbrio de ligação e os níveis de endogamia da população e estimar seus efeitos (depressão endogâmica) sobre as características estudadas por meio de corridas de homozigose (ROH); 6) identificar regiões com variações no número de cópias nos segmentos de DNA (CNVs) visando detectar genes candidatos relacionadas com as características estudadas. Serão realizadas análises de enriquecimento funcional a partir das regiões identificadas por GWAS e as regiões de CNV, utilizando o software DAVID (v.6.7). Com esse projeto espera-se conhecer as estimativas de parâmetros genéticos relacionados às características de resistência a verminoses gastrointestinais para condução de programas de melhoramento genético incluindo essas características como objetivo de seleção; avaliar o ganho em acurácia de predição dos valores genéticos/genômicos utilizando informação de marcadores SNPs nos modelos de predição genômica em relação aos modelos tradicionais; avaliar a necessidade de controlar o nível de endogamia utilizando informação genômica; e caracterizar regiões genômicas associadas com essas características a fim de identificar genes candidatos. (AU)