Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Molecular characterization and evolution of newly detected Australian and Brazilian dichorhaviruses and identification of their Brevipalpus mite vectors

Processo: 17/50039-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2017 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Convênio/Acordo: University of Queensland
Pesquisador responsável:Elliot Watanabe Kitajima
Beneficiário:Elliot Watanabe Kitajima
Pesq. responsável no exterior: Ralf George Dietzgen
Instituição no exterior: University of Queensland, Brisbane (UQ), Austrália
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/08458-9 - Vírus de plantas transmitidos por Brevipalpus (Acari: Tenuipalpidae) - VTB: levantamento, identificação, caracterização molecular, filogenia; relações vírus/vetor/hospedeira; biologia, taxonomia e manejo do vetor, AP.TEM
Assunto(s):Ácaros parasitos de plantas  Virose vegetal  Brevipalpus  Controle biológico  Dichorhavirus  Brasil  Austrália  Projetos SPRINT 

Resumo

Vírus transmitidos por ácaros Brevipalpus (VTB) causam enfermidades importantes economicamente em culturas tropicais como a leprose do citros e mancha anular do café, e em plantas ornamentais como o "orchid fleck". Recentemente vários VTB no novo gênero Dichorhavirus foram descobertos e avaliados pela equipe brasileira. Por outro lado, sabe-se "orchid fleck" ocorre na Austrália e há evidências preliminares da presença de outros Dichorhavirus. Neste projeto cooperativo UQ-SPRINT espera-se combinar esta competência científica e recursos transpacífico para melhor caracterizar estes VTB. Pretende-se ainda fazer um levantamento em ornamentais e hortaliças a presença de VTB e ácaros Brevipalpus. Esta pesquisa cooperativa e a formação de uma rede de cooperação deve aumentar significativamente os atuais conhecimentos sobre Dichorhavirus e seus ácaros vetores na Austrália e no Brasil. Este objetivo deverá ser alcançado através da caracterização biológica e molecular dos novos VTB, bem como da análise de seu relacionamento genético e evolucionário e melhorar a classificação taxonômica da família Dichorhavirus. Espera-se também consolidar as pesquisas cooperativas sobre VTB entre UQ e USP/EMBRAPA recentemente estabelecidas através do desenvolvimento de um programa de cooperação a longo prazo, incluindo o intercâmbio recíproco de líderes das equipes, pesquisadores iniciantes e estudantes de pós-graduação (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.