Busca avançada

Medidas sistemáticas do espalhamento múltiplo de elétrons e prótons com energias até 5 MEV

Processo: 16/13116-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de junho de 2017 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Atômica e Molecular
Pesquisador responsável:Alessio Mangiarotti
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados: Alexandre Almeida Malafronte ; Cleber Lima Rodrigues ; José María Fernández Varea ; Manfredo Harri Tabacniks ; Marcos Nogueira Martins ; Nora Lia Maidana ; Tiago Fiorini da Silva ; Vito Roberto Vanin
Assunto(s):Partículas (física nuclear)  Teoria do espalhamento  Espalhamento de radiação  Elétrons  Prótons 

Resumo

O presente projeto visa fornecer dados de referência sobre espalhamento elástico múltiplo de elétrons e prótons com uma quantificação rigorosa das incertezas estatísticas e sistemáticas. Os feixes de elétrons do Laboratório do Acelerador Linear (LAL) (energias variáveis com continuidade entre 10 keV e 100 keV e de 1.9 MeV e 5.0 MeV) e de prótons do Laboratório de Análise de Materiais por Feixes Iônicos (LAMFI) (energias variáveis com continuidade entre 800 keV e 4.0 MeV) serão usados. Esse assunto é fundamental para muitas aplicações desde a determinação de perfis de concentração usando feixes iônicos até a localização da dose em radioterapia e a resolução em momento de detectores de partículas de tipo "tracking". Infelizmente, os dados experimentais existentes são muito antigos e sem uma quantificação rigorosa das incertezas sistemáticas. Dados recentes não foram medidos em condições bem controladas. Uma das contribuições importantes ao presente projeto será uma quantificação rigorosa de: i) espessura do alvo; ii) contaminação do alvo e iii) não uniformidade do alvo. Um conjunto extenso de combinações de Z-energia das partículas-espessura do alvo será coletado procurando as condições mais sensíveis para diferenciar entre várias abordagens teóricas e implementações Monte Carlo. Os benefícios de longo prazo serão a implantação de uma competência sobre espectroscopia de elétrons no LAL e a constituição de uma colaboração permanente entre LAL e LAMFI com o objetivo de alcançar uma descrição consistente da interação de elétrons e prótons com a matéria em outros processos além do espalhamento múltiplo. (AU)