Busca avançada
Ano de início
Entree

Câncer e coração: novos paradigmas de diagnóstico e tratamento

Processo: 15/22814-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de novembro de 2016 - 31 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Carlos Eduardo Negrão
Beneficiário:Carlos Eduardo Negrão
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Anamaria Aranha Camargo ; Edilamar Menezes de Oliveira ; Ludhmila Abrahão Hajjar ; Maria Janieire de Nazaré Nunes Alves ; Maria Urbana Pinto Brandão Rondon ; Patricia Chakur Brum ; Paulo Marcelo Gehm Hoff ; Roberto Kalil Filho ; Roger Chammas
Pesq. associados: Christina May Moran de Brito ; Fátima Solange Pasini ; Gilberto de Castro Junior ; Julio Cesar Batista Ferreira ; Luciana Nogueira de Sousa Andrade ; Luiz Fernando Lima Reis ; Maria Cristina R Rangel ; Marília Harumi Higuchi dos Santos ; Marisa Passarelli ; Paula Fontes Asprino ; Paulo Rizzo Ramires ; Renata de Freitas Saito ; Silvia Moreira Ayub Ferreira ; Tatiane Katsue Furuya
Auxílios(s) vinculado(s):17/18081-8 - AACR-NCI-EORTC International Conference on molecular targets and cancer therapeutics: discovery, biology, and clinical applications, AR.EXT
17/08548-6 - Autophagy: from molecular principles to human diseases, AR.EXT
17/50029-6 - The use if RNA-based nano formulations to improve the efficacy of breast cancer treatment and reduce therapy-induced cardiotoxicity, AP.R
16/50336-3 - Predicting survival in non-small-cell lung cancer: a link between cancer cachexia, cardiorespiratory fitness and cancer immune surveillance?, AP.R
Bolsa(s) vinculada(s):17/22069-3 - Papel do MicroRNA-33a e da proteína sirtuína 6 no metabolismo e progressão do Câncer de Cólon em camundongos submetidos ao treinamento físico aeróbico, BP.DR
16/26169-0 - Potenciais alvos terapêuticos induzidos pelo exercício físico aeróbio para o tratamento da caquexia do câncer: estudo das proteínas ribossomais, BP.PD
17/13133-0 - Papel relativo da atividade física sobre a densidade e bioenergética mitocondriais de Linfócitos T infiltrantes do microambiente tumoral, BP.PD
+ mais bolsas vinculadas 16/22835-5 - Efeitos da atividade física voluntária na função e estrutura cardíacas em modelos experimentais de caquexia induzida pelo câncer, BP.MS
15/09919-2 - MiRNAs circulantes como biomarcadores de cardiotoxicidade e potencial terapêutico no câncer de mama, BP.PD
15/05427-8 - Impacto da quimioterapia adjuvante na regulação autonômica cardiovascular em pacientes com câncer de cólon, BP.PD
14/11671-6 - Efeito do treinamento intervalado de alta intensidade versus moderado contínuo nos mecanismos reflexos periféricos de controle da atividade simpática em pacientes com insuficiência cardíaca, BP.PD
13/15651-7 - Efeitos do treinamento físico aeróbio associado ao treinamento muscular inspiratório na miopatia esquelética em pacientes com insuficiência cardíaca, BP.PD
13/07651-7 - Valor prognóstico do padrão oscilatório da atividade nervosa simpática muscular em pacientes com insuficiência cardíaca, BP.PD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Sistema cardiovascular  Doenças cardiovasculares  Insuficiência cardíaca  Neoplasias  Caquexia  Cardiotoxicidade  Atividade física  Biomarcadores  Diagnóstico clínico  Medicamento 

Resumo

Apesar do ininterrupto desenvolvimento de novos medicamentos para o tratamento do câncer, a taxa de sobrevivência continua baixa, especialmente naqueles pacientes em estágio avançado da doença. A maioria dos pacientes com metástase vai a óbito num período de três anos. Observações recentes mostram, também, que as novas terapêuticas aumentam a susceptibilidade para doenças cardiovasculares, o que torna o tratamento do paciente com câncer ainda mais desafiador. Disfunção cardíaca por cardiotoxicidade atinge de 10-15% das pacientes com câncer de mama que são submetidas à quimioterapia. Alterações cardíacas associadas à disfunção autonômica têm sido recentemente documentadas em pacientes submetidos à radioterapia para o tratamento de linfoma. Ganho de peso, resistência à insulina e hiperglicemia, dislipidemia e hipertensão arterial são frequentes em pacientes submetidos a bloqueio androgênico ou orquiectomia cirúrgica para tratamento de adenocarcinoma de próstata. Portanto, a busca por novas alternativas de tratamento para o paciente com câncer, quer para a cura da própria doença, quer para eliminar os efeitos colaterais representa um grande desafio. A inatividade física é uma característica muito frequente em pacientes oncológicos. A condição debilitante da doença, o tratamento muito agressivo e o estado psicológico do paciente contribuem para o baixo nível de atividade física em pacientes com câncer. Por outro lado, estudos envolvendo um elevado número de indivíduos são unânimes em mostrar uma relação significativa entre o grau de aptidão física e a taxa de sobrevivência, independentemente da presença de doenças. Estes conhecimentos sugerem que o exercício físico pode ser uma conduta adjuvante no tratamento do câncer. De fato, estudos recentes mostram que o treinamento físico melhora a capacidade física e a qualidade de vida em pacientes com câncer. O nosso objeto de investigação é a identificação de mecanismos moleculares e autonômicos envolvidos nas alterações cardiovasculares provocadas pelo câncer ou quimioterapia e radioterapia utilizados no tratamento dessa doença. Não menos importantes serão os estudos focados em novos paradigmas terapêuticos fundamentados em princípios celulares e moleculares, medicamentos e exercício físico para o tratamento da doença cardiovascular associada ao câncer, com especial atenção na toxicidade do músculo cardíaco e músculo esquelético. Para alcançar esses propósitos, serão desenvolvidos 21 estudos em três áreas: Cardio/Oncologia, Oncologia e Cardiologia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em Medicina com Bolsa da FAPESP 
Pós-Doutorado em Medicina com Bolsa da FAPESP 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.