Busca avançada

Políticas para competitividade do setor farmacêutico: uma análise da experiência brasileira

Processo: 15/18604-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de dezembro de 2016 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração Pública
Pesquisador responsável:Elize Massard da Fonseca
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Francisco Inacio Pinkusfeld Monteiro Bastos
Bolsa(s) vinculada(s):17/04076-2 - Levantamento de dados sobre o Complexo Industrial da Saúde no Brasil, BP.IC
16/24282-3 - Políticas para competitividade do setor farmacêutico: uma análise da experiência brasileira, BP.JP
Assunto(s):Indústria farmacêutica  Medicamento  Parceria público-privada  Desenvolvimento econômico  Inovações tecnológicas  Políticas públicas de saúde 

Resumo

De forma inovadora, o governo brasileiro tem investido progressivamente no setor farmacêutico como estratégia de desenvolvimento econômico e tecnológico. Ao mesmo tempo, tem aumentado o acesso a medicamentos de alto custo por meio do SUS, para o tratamento do câncer, da AIDS e de outras doenças de alta complexidade. Estas ações foram pouco tratadas na literatura, que em geral tem analisado a relação do Complexo Industrial da Saúde (CIS) com o desenvolvimento econômico. Pouco se conhece sobre os processos políticos que canalizaram essa inovação em políticas públicas. Este projeto tem como objetivos: (i) analisar como e por que o Brasil optou por políticas para estimular a produtividade do setor farmacêutico e (ii) explorar a contribuição da sociedade civil e do setor privado no desenvolvimento das políticas para o CIS e de regulação de medicamentos. Este estudo qualitativo se utilizará da análise integrada de fontes documentais formais e informais com relatos de informantes para compreender a ação política de atores relevantes na arena setorial da saúde. Esta pesquisa contribuirá tanto para compreender o processo de formação dessa política setorial quanto para a dinâmica dos grupos de interesse na regulação de medicamentos, cuja literatura ainda é residual. Além disso, irá estimular pesquisadores e alunos a investigar o setor farmacêutico, ainda pouco estudado no país, a exemplo de outros segmentos da economia com grupos de pesquisa já consolidados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Estudo analisa regulação de medicamentos genéricos no Brasil  

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA FONSECA, ELIZE MASSARD; SHADLEN, KENNETH C. Promoting and regulating generic medicines: Brazil in comparative perspective. Revista Panamericana de Salud Pública = Pan American Journal of Public Health, v. 41, 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.