Busca avançada

Towards understanding the role of oxidized lipid membrane on amyloidogenic diseases: biophysical and structural characterization of membrane-induced GAPDH protofibrils

Processo: 14/50766-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2015 - 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Convênio/Acordo: CONICET
Pesquisador responsável:Rosangela Itri
Beneficiário:
Pesq. responsável no exterior: Rosana Chehin
Instituição no exterior: Universidad Nacional de Tucumán (UNT), Argentina
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50680-5 - Fotossensibilização nas ciências da vida, AP.TEM
Assunto(s):Projetos SPRINT 

Resumo

Espécies oligoméricas de diferentes proteínas tem sido recentemente reconhecida por exercerem atividades neurotóxicas ou neuroprotetoras em doenças neurodegenerativas. Entretanto, alguns poucos modelos foram propostos sobre a organização estrutural de tais espécies e, sendo assim, muito pouco é conhecido sobre as atividades biológicas das mesmas. Em particular, a enzima GAPDH tem sido associada a algumas doenças neurodegenerativas, sendo encontrada colocalizada com alfa-sinucleina em agregados amiloidais em tecidos pós-mortem de pacientes com mal de Parkinson. Em um trabalho prévio, demonstramos que heparina pode disparar um processo de agregação tipo amiloide de GAPDH e que as espécies pré-fibrilares, caracterizadas estruturalmente por SAXS e ferramentas bioinformáticas, são capazes de recrutar alfa-sinucleina e abolir seu efeito tóxico em células de neuroblastoma. O presente projeto tem como foco investigar do ponto de vista estrutural e de maneira comparativa a formação de agregados de GAPDH na presença de membranas contendo lipídeos oxidados e lipídeos carregados negativamente. Através deste projeto pretendemos decifrar como lipídeos oxidados podem induzir agregação de proteínas e, sendo assim, determinar como alterações nas propriedades biofísicas de membranas sob stress oxidativo podem levar a amiloidogênese, em particular, relacionada à doença de Parkinson. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Antibiótico doxiciclina pode ser esperança no tratamento do Parkinson 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GONZALEZ-LIZARRAGA, FLORENCIA; SOCIAS, SERGIO B.; AVILA, CESAR L.; TORRES-BUGEAU, CLARISA M.; BARBOSA, LEANDRO R. S.; BINOLFI, ANDRES; SEPULVEDA-DIAZ, JULIA E.; DEL-BEL, ELAINE; FERNANDEZ, CLAUDIO O.; PAPY-GARCIA, DULCE; ITRI, ROSANGELA; RAISMAN-VOZARI, RITA; CHEHIN, ROSANA N. Repurposing doxycycline for synucleinopathies: remodelling of alpha-synuclein oligomers towards non-oxic parallel beta-sheet structured species. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, FEB 3 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.