Busca avançada

UV-resistant yeasts isolated from a high-altitude volcanic area on the Atacama desert as eukaryotic models for astrobiology

Processo: 15/07220-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de julho de 2015 - 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Douglas Galante
Beneficiário:
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron (ABTLuS). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Brasil). Campinas, SP, Brasil

Resumo

O vulcão Sairecabur (5917m), no Deserto do Atacama, é um ambiente extremo de alta-altitude, com variações diárias de temperatura, solos ácidos, radiação UV intensa e baixa disponibilidade de água. Quatro diferentes espécies de leveduras foram isoladas dessa região usando meios oligotróficos, sendo identificadas e caracterizadas pelas suas tolerâncias à condições extremas. Sequenciamento de rRNA revelou alta identidade (>98%) com Cryptococcus friedmannii, Exophiala sp., Holtermanniella watticus e Rhodosporidium toruloides. Até onde sabemos, esse é o primeiro relato dessas leveduras no Deserto do Atacama. Todos os isolados mostraram grande tolerância a UV-C, UV-B e UV-ambiental, capacidade de crescer em meio salino moderado (0.75M - 2.25M NaCl) e em temperaturas de moderadas à baixas, sendo que C. friedmannii e H. watticus foram capazes de crescer em temperaturas de até -6.5oC. A presença de pigmentos, analisada por espectroscopia Raman, correlacionou com resistência a UV em alguns casos, mas há evidências que, no ambiente natural, outros mecanismos moleculares podem ser tão importantes quando pigmentação, o que tem implicações para a busca de bioassinaturas espectroscópicas em superfícies planetárias. Devido a extrema tolerância das leveduras isoladas, esses organismos representam modelos eucarióticos interessantes para pesquisas em astrobiologia. (AU)