FAPESP Logo

Conteúdo relacionado

    Seleção de matrizes de macaúba para formação de jardim de sementes e produção de mudas comerciais visando ao biodiesel com preservação de variabilidade genética

    Processo: 14/23591-7
    Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
    Vigência: 01 de abril de 2015 - 31 de março de 2020
    Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
    Pesquisador responsável:Carlos Augusto Colombo
    Beneficiário:
    Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas, SP, Brasil
    Pesq. associados: Cássia Regina Limonta Carvalho ; Joaquim Adelino de Azevedo Filho ; Maria Imaculada Zucchi ; Paulo Yoshio Kageyama ; Walter José Siqueira
    Bolsa(s) vinculada(s):16/22440-0 - Desenvolvimento de protocolos de amplificação de locos microssatélites e genotipagem em equipamento automatizado adquirido para esta finalidade (fragment Analyser), BP.TT
    16/18484-2 - Germinação e produção de mudas de progênies de plantas matrizes da palmeira macaúba da região Centro Sul (Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do sul) para avaliação em experimentos de campo, BP.IC
    15/21589-8 - Seleção de matrizes de macaúba para formação de jardim de sementes e produção de mudas comerciais visando ao biodiesel com preservação de variabilidade genética, BP.PD
    Assunto(s):

    Acrocomia aculeata

    Reserva legal

    Sustentabilidade

    Melhoramento genético vegetal

    Resumo
    Questões energéticas estão pautando a agenda diplomática internacional e, segundo especialistas, caminhamos para um mundo de grande diversificação energética em que a proeminência de qualquer uma das fontes de energia dependerá da geografia, tecnologia, vontade política e investimentos em pesquisa. A biomassa para produção de energia é uma das principais alternativas energéticas de países com a geografia e dimensão do Brasil. O Plano Paulista de Energia oferece um conjunto de diretrizes e propostas de políticas públicas na área da energia e destaca a macaúba como opção de cultivo no estado de São Paulo, com vistas à ocupação de áreas não adequadas para mecanização ou espaços subutilizados e a necessidade de ampliar a inclusão social em locais como Vale do Paraíba, Vale do Ribeira e Vale do Paranapanema. Diante deste cenário, apresentamos uma proposta de estudo com a macaúba, a palmeira nativa de maior ocorrência no Brasil, estando presente em todas as regiões, inclusive em áreas com déficit hídrico. A elevada produtividade de frutos com altos teores de óleo na polpa e na semente a credenciam como uma das principais alternativas brasileiras para o fornecimento de matéria prima para biodiesel. A grande variabilidade no rendimento e na composição dos ácidos graxos no óleo da polpa da macaúba que temos observado indica que diferentes genótipos podem oferecer ganhos diferenciados e gerar óleos com estruturas químicas distintas. Porém, o interesse comercial por esta espécie aumenta rapidamente, havendo necessidade de disponibilizar materiais para plantio com qualidades agronômicas mínimas que garantam a sua competitividade. Além de bons atributos agronômicos, outra preocupação seria o plantio de mudas com ampla base genética como forma de mitigação de adversidades causadas por mudanças climáticas e ataques de pragas e doenças eventuais. A vulnerabilidade genética tem sido responsável pelo surgimento de pragas e doenças ao longo do tempo do cultivo de várias espécies florestais, como citros, dendê, eucaliptos, pinus, dentre outras. Assim, a partir de características anteriormente definidas para seleção de plantas matrizes (ideotipos) para produção de mudas, de dados físico-químicos do óleo presente nos frutos e do monitoramento da variabilidade genética por meio de marcadores microssatélites, a presente proposta de estudo visa à produção de mudas comerciais a serem plantadas em larga escala com preservação de variabilidade genética, formação de coleções núcleo de germoplasma, experimento de avaliação de progênies em vários ambientes e formação de jardim de sementes. (AU)
    Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
    Óleo para o biodiesel
    Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
    Óleo para o biodiesel

    CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
    cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP