Auxílio à pesquisa 14/50252-9 - Técnicas de diagnóstico molecular, Genômica - BV FAPESP
Busca avançada
Ano de início
Entree

Color SNP

Processo: 14/50252-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de outubro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Pesquisador responsável:John Fred Katz
Beneficiário:John Fred Katz
Empresa:Scheme Lab Propriedade Industrial S/S Ltda
Município: São Paulo
Vinculado ao auxílio:10/52112-9 - Simple SNP, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):14/22002-8 - Color SNP, BP.PIPE
Assunto(s):Técnicas de diagnóstico molecular  Genômica 

Resumo

Os SNPs (polimorfismos de nucleotídeos simples) são "mutações que ocorrem naturalmente" no DNA, e que são responsáveis por noventa por cento das diferenças genéticas entre os indivíduos (HapMap, 1000 genoma), e centenas deles têm sido associadas a doenças e traços físicos. Diferentes ramos de atividade desenvolveram testes genéticos para detectar SNPs em pessoas, animais, e plantas - para diagnosticar doenças (câncer), determinar traços (criação de animais), e identificar pessoas (forenses). A Scheme Lab está desenvolvendo um teste rápido de DNA - o Color SNP - para detectar SNPs em DNA. O teste é baseado em uma tecnologia inovadora, a Color Probe, para a qual a Scheme Lab tem dois pedidos de patentes. Na presença de um SNP, a Color Probe se torna visível a olho nu. Portanto, não há necessidade de complexo equipamento de detecção (ex. fluorômetro ou eletroforese de gel). A Scheme Lab está desenvolvendo duas versões do teste: (i) a Color Plate e (2) o Color Kit. A Color Plate é a versão mais simples do teste: é uma placa de plástico com poços preenchidos com a Color Probe. Neste caso, o usuário simplesmente adiciona DNA e aguarda o resultado colorido. O Color Kit é uma versão completa do teste, e contém reagentes adicionais e tubos plásticos. Neste caso, o usuário adiciona uma amostra facilmente acessível (ex., saliva, folhas), e executa o teste com equipamento simples de laboratório. Na Fase 1 PIPE - a Scheme Lab se concentrou no desenvolvimento de um Color Kit para a cor dos olhos humanos, utilizando equipamentos simples para desenvolver um teste portátil. O primeiro protótipo construído consistia em (i) uma tecnologia de isolamento, (ii) uma tecnologia de amplificação, e (iii) a Color Probe, e era capaz de detectar o SNP para olhos azuis em 5 horas. O protótipo foi realizado utilizando somente pipetas e uma centrífuga. Ele não precisava de equipamento para aquecimento (como exigiam os testes genéticos Point-of-Care), nem de termocicladores, sequenciadores ou "microarrays" (como exigiam os testes genéticos padrão). Utilizando equipamento mais simples, o Color Kit é mais portátil do que os testes atuais, com uso potencial fora do laboratório, por exemplo, numa loja ou no campo. Na Fase 2 PIPE, a Scheme Lab desenvolverá duas novas versões do Color SNP, em colaboração com duas empresas diferentes: SalomãoZoppi Diagnósticos (a "Color Plate" para queloides) e Fibria Celulose (o "Color Kit" para eucaliptos). O desenvolvimento se concentrará no seguinte: (i) aperfeiçoamento das tecnologias; (ii) redução do custo dos componentes; (iii) simplificação dos componentes; e (iv) redução do tempo de detecção. Uma vez desenvolvidos os testes, eles serão transformados em kits comerciais por um CRO especializado, e validados por nossas empresas parceiras - que são, elas mesmas, clientes potenciais. O desenvolvimento e utilização de dois testes Color SNP - em dois ramos de atividade diferentes (saúde e agricultura) - validarão sua utilização mais ampla nas áreas de saúde, farmacogenômica, agricultura e forenses. (AU)

Matéria(s) publicada(s) no blog Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Kit identificará variações genéticas sem apoio de laboratórios