Busca avançada

Estação de controle com padrão militar para veículos aéreos não tripulados

Processo: 12/51361-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial - Sistemas Aeroespaciais
Pesquisador responsável:Francisco de Souza Júnior
Beneficiário:
Empresa:XMobots Aeroespacial e Defesa Ltda. - ME (XMobots)
Município: São Paulo
Assunto(s):Operação de aeronaves  Pilotagem de aeronaves  Aeronaves não tripuladas  Veículos inteligentes 

Resumo

Atualmente, os VANTs (Veículos Aéreos Não Tripulados) são aplicados predominantemente em missões militares. Numa tentativa de resolver problemas de interoperabilidade em uma rede multinacional de VANTs, foi criada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) a STANAG (Standardisation Agreement) 4586 - "Standard Interfaces of UAV Control System (UCS) for NATO UAV interoperability", a fim de estabelecer interfaces padrão para estações de controle de VANTs. Em sua segunda edição, a STANAG 4586 foi conceitualizada para promover interoperabilidade entre uma ou mais estações de controle, VANTs e seus Payloads (também conhecidos como "carga útil"), e também redes de Comando, Controle, Comunicação, Computador e Inteligência (C4I), particularmente em operações militares conjuntas. Tal padronização facilita a execução de missões, evitando que cada tipo de veículo tenha uma estação de controle dedicada, além disso, permitindo que diversas empresas comercializem produtos compatíveis. O objetivo deste projeto é desenvolver uma Estação de Controle que seja compatível com o padrão STANAG 4586, que deverá ser capaz de se comunicar com os diversos VANTs da XMobots, com VANTs de outras empresas que adotem este mesmo padrão, e também futuramente com sistemas C4I das forças armadas brasileiras, polícias civis e militares, entre outros órgãos de vigilância e defesa interessados no uso da tecnologia VANT. A adoção deste padrão nos projetos desenvolvidos pela empresa traz como resultados um aumento da credibilidade do sistema perante os clientes, tanto nacionais como internacionais, além de abrir mercados automaticamente. Além disso, a STANAG 4586 tem grande potencial de se tomar um padrão para estações de controle de VANTs. Este padrão já vem sendo adotado por países membros da OTAN como padrão de interoperabilidade de VANTs militares. Do ponto de vista de certificação para uso civil, a adoção de um padrão de interoperabilidade pode simplificar drasticamente o processo de certificação. Nesta primeira fase do PIPE, o objetivo é analisar e comprovar a viabilidade técnica de se criar uma Estação de Controle compatível com a STANAG 4586, sendo esta capaz de se comunicar com diversos VANTS e outras estações de controle, além de disseminar dados para sistemas C4I. Como os sistemas C4I diferem significativamente de cliente para cliente, nesta primeira fase não será implementada a disseminação de dados para sistemas C4I. Assim, o foco dos trabalhos se dará apenas na comunicação entre Estação de Controle e VANT. Durante os nove meses de projeto, o foco se dará na recepção e armazenamento das informações obtidas durante o vôo, como informações de Telemetria, imagens das câmeras de navegação do VANT e do Payload, e também no envio de informações de Telecontrole tanto para VANT quanto para Payload. (AU)