Busca avançada
Ano de início
Entree

Produtos naturais de micro-organismos associados aos insetos sociais Scaptotrigona depilis e Atta sexdens rubropilosa: caracterização química, funções biológicas e ecológicas

Processo: 13/04092-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Mônica Tallarico Pupo
Beneficiário:Mônica Tallarico Pupo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesq. associados:Fábio Santos do Nascimento ; Italo Delalibera Júnior ; Norberto Peporine Lopes
Assunto(s):Química de produtos naturais  Anti-infecciosos  Simbiose  Insetos sociais  Formigas cortadeiras  Abelhas 

Resumo

Produtos naturais podem resultar da interação entre diferentes organismos. Estudos recentes com bactérias simbiontes têm mostrado que estes micro-organismos podem ser os verdadeiros produtores de substâncias isoladas dos macro-organismos simbiontes. Estas pesquisas também têm revelado que estes produtos naturais podem ser reguladores de complexas interações ecológicas. De fato, os estudos já existentes acerca da ecologia química envolvida na relação de simbiose entre micro-organismos e insetos sociais mostram que certos micro-organismos são capazes de produzir substâncias com atividade antimicrobiana que agem inibindo a proliferação de patógenos para os insetos. Para os químicos, esta área de pesquisa pode conduzir à descoberta de novas moléculas, novas vias biossintéticas e a um entendimento das funções biológicas/ecológicas que estas moléculas mediam. Este projeto propõe o estudo inédito de micro-organismos associados a dois insetos sociais: a formiga cortadeira Atta sexdens rubropilosa e a abelha sem ferrão Scaptotrigona depilis. Os micro-organismos simbiontes serão isolados dos insetos e seus ninhos, e os produtos naturais produzidos por estes micro-organismos serão isolados e identificados. Ainda, esforços serão direcionados na tentativa de entender a função dos produtos naturais na proteção dos ninhos dos insetos, através da realização de ensaios antimicrobianos contra micro-organismos entomopatogênicos e uso de técnicas modernas de espectrometria de massas. O projeto é claramente interdisciplinar, portanto para que os objetivos sejam alcançados uma equipe de pesquisadores colaboradores com experiência em diferentes áreas está envolvida. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Cientistas exploram microbiota de formigas em busca de novos fármacos 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA-JUNIOR, EDUARDO A.; RUZZINI, ANTONIO C.; PALUDO, CAMILA R.; NASCIMENTO, FABIO S.; CURRIE, CAMERON R.; CLARDY, JON; PUPO, MONICA T. Pyrazines from bacteria and ants: convergent chemistry within an ecological niche. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, FEB 7 2018. Citações Web of Science: 0.
PALUDO, CAMILA R.; MENEZES, CRISTIANO; SILVA-JUNIOR, EDUARDO A.; VOLLET-NETO, AYRTON; ANDRADE-DOMINGUEZ, ANDRES; PISHCHANY, GLEB; KHADEMPOUR, LILY; DO NASCIMENTO, FABIO S.; CURRIE, CAMERON R.; KOLTER, ROBERTO; CLARDY, JON; PUPO, MONICA T. Stingless Bee Larvae Require Fungal Steroid to Pupate. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, JAN 18 2018. Citações Web of Science: 0.
DA SILVA-JUNIOR, EDUARDO AFONSO; PALUDO, CAMILA RAQUEL; VALADARES, LOHAN; LOPES, NORBERTO PEPORINE; DO NASCIMENTO, FABIO SANTOS; PUPO, MONICA TALLARICO. Aflatoxins produced by Aspergillus nomius ASR3, a pathogen isolated from the leaf-cutter ant Atta sexdens rubropilosa. REVISTA BRASILEIRA DE FARMACOGNOSIA-BRAZILIAN JOURNAL OF PHARMACOGNOSY, v. 27, n. 4, p. 529-532, JUL-AUG 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.