FAPESP Logo

Tecnologias assistivas: uma das estratégias de tecnologia de cuidado no envelhecimento

Pesquisador responsável:

Vania Aparecida Gurian Varoto

Beneficiário:

Empresa: Envelhecer Consultoria e Pesquisa em Gerontologia S/S Ltda
Município: São Carlos
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Processo: 06/52137-6
Vigência: 01 de junho de 2007 - 31 de dezembro de 2007
Bolsa(s) vinculada(s):07/53421-2 - Tecnologias assistivas: uma das estratégias de tecnologia de cuidado no envelhecimento, BP.PIPE
Assunto(s):

Geriatria

Envelhecimento

Assistência à saúde

Centros de saúde

Idosos

Resumo
Considerando o aumento significativo da população brasileira em todo o país e da expectativa de vida é necessária e urgente nova estratégia de manutenção da funcionalidade das pessoas para que possam lidar com os comprometimentos que podem ser conseqüentes do processo de envelhecimento. Apesar dos esforços despendidos para garantir uma velhice cada vez mais ativa e saudável, a maioria das pessoas com 60 anos e mais, experimenta pelo menos uma fragilidade. Enquanto o idoso mantém suas capacidades funcionais e cognitivas preservadas para o desempenho das atividades cotidianas, ele não representa problema para a sociedade. Quando ocorre o comprometimento para a funcionalidade cotidiana, geralmente, ele depende da ajuda de outras pessoas, quase sempre familiares, e às vezes pode contar com equipamentos de auto-ajuda e de adaptações no ambiente em que vive, seja no domicílio ou em instituições de atendimento ao idoso. Identificar os modelos de tecnologias de cuidados diurnos para idosos no município de São Carlos, focalizando tecnologias assistivas disponíveis e como são utilizadas, é a meta principal deste projeto, por meio dos pressupostos da pesquisa qualitativa, predominantemente. A identificação e caracterização das instituições e de equipamentos tecnológicos assitivos que são utilizados no atendimento diurno e correlação entre a tecnologia de cuidado estabelecida nestes lugares são objetivos traçados neste projeto, além de identificar os aspectos ambientais que possam dificultar o uso dessas tecnologias. Espera-se com este projeto melhorar o cuidado oferecido aos idosos sugerindo-se estratégias adaptativas para os equipamentos e de mudanças arquitetônicas em uso e de novos modelos de tecnologia assistiva. (AU)

CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP