Busca avançada

Filogeografia multilocus comparada de três espécies de Poospiza (Aves, Passeriformes): explorando a história da Mata Atlântica montana

Processo: 11/50143-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Fábio Sarubbi Raposo do Amaral
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):11/23155-4 - Filogeografia multilocus comparada de três espécies de Poospiza (aves, passeriformes): explorando a história da Mata Atlântica montana, AP.BTA.JP
Assunto(s):Biogeografia  Filogeografia  Aves  Mata Atlântica 

Resumo

A Mata Atlântica é um das cinco áreas de maior diversidade biológica do planeta. A origem desta diversidade, no entanto, é ainda pouco conhecida. Estudos evolutivos, baseados principalmente em espécies endêmicas de ampla distribuição, indicam uma história temporalmente e espacialmente complexa. A história dos ambientes montanos da Mata Atlântica é ainda pouco conhecida, e modelos exclusivos destes ambientes podem revelar facetas ainda desconhecidas do processo de diversificação. Flutuações climáticas poderiam afetar a distribuição altitudinal de organismos montanos, promovendo isolamento durante períodos interglaciais (como o atual). De forma alternativa, eventos neotectônicos poderiam promover isolamento por meio, por exemplo, da geração de vales. O gênero Poospiza apresenta três espécies que ocorrem em florestas montanas do bioma. Tanto P. thoracica como o complexo P. lateralis/P. cabanisi ocorrem de forma disjunta entre as montanhas do sudeste e sul do Brasil. Suas distribuições são interrompidas na Serra do Mar, no estado de São Paulo. Estas distribuições disjuntas coincidentes podem ter sido fruto de isolamento em refúgios interglaciais montanos ou de eventos tectônicos recentes. Este trabalho tem como objetivo avaliar o grau de diferenciação entre as populações disjuntas de P. thoracica e do complexo P. cabanisi/P. lateralis, estimar a quanto tempo estas disjunções ocorreram, e o grau de concordância entre tempos de divergência e assinaturas demográficas nestas espécies. A comparação destes resultados com dados das espécies de vertebrados endêmicos estudados até o momento poderá revelar mecanismos de diversificação ainda pouco explorados no bioma, e contribuir para a conservação da fauna montana da Mata Atlântica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Afinidade entre ave e porco 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NACER, DEBORAH F.; DO AMARAL, FABIO RAPOSO. Striking pseudogenization in avian phylogenetics: Numts are large and common in falcons. Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 115, p. 1-6, OCT 2017. Citações Web of Science: 0.
MALDONADO-COELHO, MARCOS; MARINI, MIGUEL ANGELO; DO AMARAL, FABIO RAPOSO; RIBON, ROMULO. The invasive species rules: competitive exclusion in forest avian mixed-species flocks in a fragmented landscape. REVISTA BRASILEIRA DE ORNITOLOGIA, v. 25, n. 1, p. 54-59, MAR 2017. Citações Web of Science: 0.
BIANCALANA, RENATA NEVES; BIONDO, CIBELE; DO AMARAL, FABIO RAPOSO. The mitochondrial genome of the sooty swift (Cypseloides fumigatus). MITOCHONDRIAL DNA PART B-RESOURCES, v. 2, p. 198-200, 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.