Busca avançada

Variabilidade do sistema de monção da América do Sul dos últimos três milênios integrando registros lacustres, espeleotemas e marinhos

Processo: 11/50394-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2011 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Convênio/Acordo: FAPERJ
Pesquisador responsável:Francisco William da Cruz Junior
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Geoquímica  Geoquímica isotópica  Paleoclimatologia  Paleoceanografia  Palinologia  Clima de monção  Temperatura da superfície do mar 

Resumo

A curta extensão dos registros climáticos instrumentais é uma das maiores dificuldades para a investigação do impacto das oscilações climáticas multidecenais a seculares no clima de regiões tropicais, como também para validação dos resultados de modelos climáticos. Nesse projeto, planeja-se fazer reconstituições paleoclimáticas e paleoambientais dos últimos três mil anos com base em dados precisamente datados e com alta resolução temporal. A reconstituição proposta inclui o estudo de variações no ciclo hidrológico e paleoambientais continentais, assim como de parâmetros paleoceanográficos de mudanças da temperatura da superfície do mar (TSM), salinidade e paleoprodutividade, com especial atenção para variações associadas a eventos multiseculares como da anomalia climática medieval e da pequena idade do gelo. Na reconstituição da variabilidade do regime de precipitação serão utilizados dados de testemunhos lucustres/estuarinos/marinhos, assim como de espeleotemas de cavernas de várias localidades no Brasil e de outros países na América do Sul. Por outro lado, serão produzidos dados de variação de TSM do Oceano Atlântico, a partir de registros isotópicos e geoquímicos de foraminíferos de testemunhos marinhos e biomarcadores como alquenonas. Pretende-se investigar qual é relação entre a pluviosidade e TSM dessas localidades com as oscilações do Atlântico Norte e a oscilação multidecenal do Atlântico e do Pacífico. Comparações entre reconstituições a partir de registros paleoclimáticos continentais e marinhos serão utilizadas no estudo de possíveis teleconexões climáticas hemisféricas e interhemisféricas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pesquisa geoquímica aprimora modelos climáticos 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BENDER, VERA B.; HANEBUTH, TILL J. J.; CHIESSI, CRISTIANO M. Holocene shifts of the Subtropical Shelf Front off southeastern South America controlled by high and low latitude atmospheric forcings. PALEOCEANOGRAPHY, v. 28, n. 3, p. 481-490, SEP 2013. Citações Web of Science: 7.
RAZIK, SEBASTIAN; CHIESSI, CRISTIANO M.; ROMERO, OSCAR E.; VON DOBENECK, TILO. Interaction of the South American Monsoon System and the Southern Westerly Wind Belt during the last 14 kyr. PALAEOGEOGRAPHY PALAEOCLIMATOLOGY PALAEOECOLOGY, v. 374, p. 28-40, MAR 15 2013. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.