Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de dados orbitais para determinar a área de fogo ativo e modelagem numérica da injeção de gases traços e aerossóis a partir da energia radiativa do fogo

Processo: 11/08000-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2011 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Yosio Edemir Shimabukuro
Beneficiário:Yosio Edemir Shimabukuro
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Brasil). São José dos Campos, SP, Brasil
Pesq. associados: Elisabete Caria Moraes ; Francielle da Silva Cardozo ; Gabriel Pereira ; Karla Maria Longo de Freitas ; Saulo Ribeiro de Freitas
Auxílios(s) vinculado(s):12/50581-7 - Improving the description of injection height and aerosol composition in biomass burning emission in atmospheric chemistry-transport models, AP.R
Assunto(s):Degradação ambiental  Queimada  Fogo  Emissão de gases  Aerossóis 

Resumo

A degradação ambiental é um tema abordado em todas as instâncias da pesquisa científica. As alterações dos elementos naturais por práticas exploratórias relacionadas, em grande parte, com o uso e manejo da cobertura vegetal, causam alterações significativas nas interações físico-químicas e biológicas dos componentes da superfície terrestre e na composição da atmosfera. Neste contexto, as queimadas atuam como um fator modificador do meio ambiente e desempenham um papel fundamental no ciclo biogeoquímico mundial. A partir da reação química que ocorre no processo de combustão, os compostos orgânicos presentes na biomassa vegetal são restituídos à atmosfera e ao solo de maneira cíclica, influenciando as variáveis ambientais locais e regionais. Desta forma, o presente projeto tem como objetivo principal originar mapas climatológicos de área de fogo ativo e suas possíveis integrações com os diferentes produtos orbitais disponíveis, assim como, modelar a injeção de gases traços e aerossóis provenientes da queima de biomassa florestal a partir da relação entre a fração chamas e a potência radiativa do fogo (FRP) para a América do Sul. Consequentemente, as estimativas da área de fogo ativo, da energia convectiva e das emissões de gases traços e aerossóis provenientes das queimadas serão incorporados ao modelo de emissão Brazilian Biomass Burning Emission Model (3BEM), que fornecerá os dados de entrada para o modelo ambiental Coupled Chemistry-Aerosol-Tracer Transport model coupled to Brazilian Regional Atmospheric Modelling System (CCATT-BRAMS). O desempenho das simulações será avaliado através de sua comparação com os dados coletados nos experimentos do Large Scale Biosphere-Atmosphere Experiment in Amazônia (LBA) Smoke, Aerosols, Clouds, rainfall, and Climate (SMOCC) e Radiation, Cloud, and Climate Interactions (RaCCI). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Redução do desmatamento com aumento da produção agrícola