FAPESP Logo

Avaliação de biomarcadores de estresse oxidativo em pacientes com Diabetes mellitus tipo 2 com periodonto saudável e com periodontite crônica generalizada, antes e após tratamento periodontal

Pesquisador responsável:

Luiz Antonio Pugliesi Alves de Lima

Beneficiário:

Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo: 09/16373-5
Vigência: 01 de janeiro de 2011 - 31 de dezembro de 2012
Bolsa(s) vinculada(s):12/18283-6 - Avaliação de biomarcadores de estresse oxidativo em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 com periodonto saudável e com periodontite crônica generalizada, antes e após tratamento periodontal, BP.TT
11/06420-6 - Avaliação de biomarcadores de estresse oxidativo em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 com periodonto saudável e com periodontite crônica generalizada, antes e após tratamento periodontal, BP.TT
Assunto(s):

Diabetes mellitus tipo 2

Doenças periodontais

Periodontite

Espécies de oxigênio reativas

Estresse oxidativo

Resumo
Diabetes mellitus e doença periodontal são, ambas, doenças inflamatórias crônicas que têm um grande impacto na saúde e no bem estar de milhões de indivíduos no mundo inteiro. A doença periodontal está entre as doenças mais comuns nos humanos, portanto estudos que a relacionam terão um grande impacto na saúde pública. Um fator importante que pode estar envolvido na progressão da doença periodontal é a produção de Espécies Reativas de Oxigênio (EROs), níveis elevados destes nos tecidos contribuem para o estresse oxidativo gerando danos aos mesmos. As EROs induzem a ação da peroxidação lipídica-Tbars, mieloperoxidase (MPO), peroxidase e arginase, cujos mecanismos de ação também refletem na severidade da doença periodontal, podendo estes servirem como biomarcadores da doença. O monitoramento dos biomarcadores poderia ser de grande valia para o desenvolvimento de testes diagnósticos e terapias para periodontite . O objetivo deste estudo é avaliar quantitativamente a presença de biomarcadores de estresse oxidativo (MPO, Tbars,peroxidase, arginase) na saliva e Fluido do Sulco Gengival-FSG de pacientes diabéticos tipo 2 com periodontite crônica e com periodonto saudável, antes e após tratamento periodontal. Serão coletadas amostras de saliva total não estimulada durante 5 minutos e do fluido sulcular gengival (FSG) de 30 diabéticos portadores de periodontite crônica generalizada antes e após tratamento, e de 30 pacientes diabéticos com periodonto saudável para controle. Os parâmetros clínicos de profundidade clínica de sondagem, nível clínico de inserção, sangramento a sondagem, e índice de placa serão avaliados. As atividades salivar e do FSG dos marcadores serão analisadas por espectrofotometria. Para a análise estatística dos dados em duplicata será realizado um teste de comparação das médias a ser definido, adotando-se nível de significância de 5% (p<0,05). (AU)

CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP