FAPESP Logo

Diabetes mellitus e doenças associadas na população adulta Xavantes da Reserva Indígena de São Marcos - MT

Pesquisador responsável:

Laercio Joel Franco

Beneficiário:

Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisadores associados:

Amaury Lelis Dal Fabbro ; Anderson Soares da Silva ; Daniela Saes Sartorelli ; Afonso Dinis Costa Passos ; Luciana Ferreira Franco ; João Paulo Botelho Vieira Filho ; Regina Celia Mello Santiago Moises ; Patricia Chamadoira Kuhn ; Luciane Loures dos Santos

Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo: 10/05634-0
Vigência: 01 de setembro de 2010 - 31 de agosto de 2012
Assunto(s):

Diabetes mellitus

Grupos indígenas

Xavante

Avaliação nutricional

Resumo
A população Xavantes é atualmente estimada em 10.000 indivíduos, distribuídos em seis reservas federais (terras indígenas) no estado de Mato Grosso: Pimentel Barbosa, areões, Parabubure, Marechal rondon, Sangradouro e são Marcos. Nos últimos 10 anos tem havido frequentes relatos de casos de diabetes entre os índios xavante. Inquérito realizado por nosso grupo, em projeto apoiado pelo CNPq, na Reserva de Sangradouro, examinando 351 indivíduos com 20 ou mais anos de idade, mostrou uma prevalência da ordem de 22%; chamou atenção a maior prevalência entre as mulheres, particularmente após os 40 anos, quando a taxa é de 50%. Praticamente a metade dos indivíduos com diagnóstico de diabetes nessa reserva necessitam de uso de insulina para controlar a hiperglicemia; vários indios com diabetes já apresentam suas coplicações crônicas, particularmente retinopatia, nefropatia e amputações de membros inferiores. Na Reserva de São Marcos, distante 120 km de Sangradouro, onde vivem cerca de 3200 indios Xavante, a situação parece ser mais crítica, segundo relato de médicos que visitam a região. A população de São Marcos, sabendo de nosso trabalho em Sangradouro, manifestou interesse em que também fosse realizada uma avaliação em sua comunidade, o que é expresso em documento assinado pelas lideranças da reserva. A comunidade de São Marcos está preocupada em relação ao diabetes e suas complicações. A proposta a ser desenvolvida entre os Xavante de São Marcos é: avaliar as condições de saúde da população adulta, estimar a prevalência de diabetes, hipertensão arterial e dislipidemias, avaliar o estado nutricional, identificar os indivíduos com maior risco de desenvolver diabetes e doenças cardiovasculares, construir um perfil basal de indicadores clinicos e laboratoriais para o desenvolvimento de um estudo longitudinal, que visará identificar a incidência do diabetes e suas complicações, hipertensão e eventos cardiovasculares, trazendo contribuição para o melhor conhecimento da história natural desse grupo de doenças. O aspecto impar do estudo é o fato de ser realizado em uma população bastante homogênea, que está passando por um processo de intensas modificações de seu estilo de vida, em curto período de tempo. O trabalho será desenvolvido em viagens periódicas da equipe de pesquisadores, que realizará os exames clínicos no local, com coleta de material para exames laboratoriais a serem realizados em São Paulo, na UNIFESP e em ribeirão Preto, na FMRP-USP. (AU)
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
66% dos índios em reserva Xavante sofrem de obesidade, diabetes e doença coronariana

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOARES, LUANA PADUA; DAL FABBRO, AMAURY LELIS; SILVA, ANDERSON SOARES; SARTORELLI, DANIELA SAES; FRANCO, LUCIANA FERREIRA; KUHN, PATRICIA CHAMADOIRA; MOISES, REGINA SANTIAGO; BOTELHO VIEIRA-FILHO, JOAO PAULO; FRANCO, LAERCIO JOEL. Prevalence of metabolic syndrome in the Brazilian Xavante indigenous population. DIABETOLOGY & METABOLIC SYNDROME, v. 7, NOV 21 2015. Citações Web of Science: 0.
KUHN, PATRICIA C.; VIEIRA FILHO, JOAO PAULO B.; FRANCO, LUCIANA; DAL FABBRO, AMAURY; FRANCO, LAERCIO J.; MOISES, REGINA S. Evaluation of body adiposity index (BAI) to estimate percent body fat in an indigenous population. Clinical Nutrition, v. 33, n. 2, p. 287-290, APR 2014. Citações Web of Science: 3.
DAL FABBRO, AMAURY L.; FRANCO, LAERCIO J.; DA SILVA, ANDERSON S.; SARTORELLI, DANIELA S.; SOARES, LUANA P.; FRANCO, LUCIANA F.; KUHN, PATRICIA C.; MOISES, REGINA S.; VIEIRA-FILHO, JOAO PAULO B. HIGH PREVALENCE OF TYPE 2 DIABETES MELLITUS IN XAVANTE INDIANS FROM MATO GROSSO, BRAZIL. ETHNICITY & DISEASE, v. 24, n. 1, p. 35-40, WIN 2014. Citações Web of Science: 4.
Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema:
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP