FAPESP Logo

Avaliação do gasto energético total e de seus componentes nos pacientes com doença renal crônica

Pesquisador responsável:

Lilian Cuppari

Beneficiário:

Instituição-sede da pesquisa: Departamento de Medicina. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo: 07/05211-9
Vigência: 01 de janeiro de 2008 - 31 de dezembro de 2009
Assunto(s):

Insuficiência renal crônica

Gasto energético

Atividade física

Diálise renal

Resumo
A recomendação de ingestão energética é baseada no gasto energético total, que tem como principais componentes o gasto energético de repouso (60 a 75%) e a atividade física (15 a 30%). Os estudos mostram que nos pacientes portadores de doença renal crônica o gasto energético de repouso é inferior ou similar ao de indivíduos saudáveis. Além disso, há evidências do importante papel das comorbidades como diabetes, hiperparatireoidismo e inflamação elevando o gasto energético de repouso nesta população. Embora avanços tenham ocorrido nas investigações sobre o gasto energético de repouso nos pacientes com doença renal crônica, a atividade física é um componente pouco explorado nesta população. A proporção com que cada um dos componentes contribui para o gasto energético total poderia influenciar nas recomendações energéticas para esta população. Visto a escassez de estudos que analisaram o gasto energético total nos pacientes com doença renal crônica, o presente estudo tem como objetivo avaliar o gasto energético total e seus componentes nos pacientes submetidos à hemodiálise. Serão incluídos 40 pacientes em programa de hemodiálise da Unidade de Diálise da Universidade Federal de São Paulo. Os critérios de exclusão serão idade <18 anos, tempo em diálise <3 meses, hospitalização no mês anterior ao início do estudo, amputação de membros, doenças cardiorrespiratórias graves, doenças neurológicas ou malignas. Será criado um grupo controle constituído por indivíduos saudáveis, emparelhados por gênero e idade, com estilo de vida sedentário ou com atividade física leve. O gasto energético total será avaliado pelo acelerômetro biaxial, que fornece também informações sobre o dispêndio de energia decorrente da atividade física. Os questionários Physical Activity Scale for the Elderly e Stanford 7-day Physical Activity Recall serão aplicados para avaliar o nível de atividade física. O gasto energético de repouso será medido pela calorimetria indireta. A absorciometria de raios-X de dupla energia e a bioimpedância elétrica serão utilizadas para avaliação da composição corporal. Serão também realizadas medidas antropométricas (índice de massa corporal, circunferências do braço e abdominal, e prega cutânea tricipital), avaliação global subjetiva do estado nutricional, avaliação da força muscular por dinamômetro e parâmetros laboratoriais (creatinina, ureia, hematócrito, hemoglobina, albumina, glicemia, hemoglobina glicada, insulina, paratormônio, hormônio tireoestimulante, bicarbonato sérico, proteína C-reativa e interleucina-6). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARIA, FLAVIA; KAMIMURA, MARIA AYAKO; AVESANI, CARLA MARIA; LINDHOLM, BENGT; STENVINKEL, PETER; DRAIBE, SERGIO ANTONIO; CUPPARI, LILIAN. Activity-related Energy Expenditure of Patients Undergoing Hemodialysis. JOURNAL OF RENAL NUTRITION, v. 21, n. 3, p. 226-234, MAY 2011. Citações Web of Science: 5.
Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema:
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP