FAPESP Logo

Infecção por coronavírus humanos em populações distintas: aspectos clínicos e epidemiológicos

Pesquisador responsável:

Nancy Cristina Junqueira Bellei

Beneficiário:

Instituição-sede da pesquisa: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo: 09/17307-6
Vigência: 01 de abril de 2010 - 31 de março de 2012
Assunto(s):

Virologia

Resumo
Os coronavírus humanos (HCoVs) aparecem como o segundo agente mais freqüente causadores do chamado resfriado comum, sendo que durante surtos, podem atingir taxas de infecções iguais às de influenza, vírus respiratório sincicial e rinovírus. Ocasionalmente, esses vírus têm sido identificados como a causa de pneumonia em populações específicas. Os Coronavírus OC43 (HCoV-OC43) e coronavírus 229E (HCoV-229E) foram identificados em meados de 1960 e são responsáveis por 10-30% de todos os resfriados comuns. Um terceiro coronavírus humano, SARS-CoV, de origem não humana, foi identificado como o agente causador de um surto de síndrome respiratória aguda grave (SARS) ocorrido principalmente na China durante 2003-2004 (Ksiazek et al, 2003). Em decorrência disso, a partir de 2004, o aumento nas pesquisas desses vírus levou a descoberta de outros dois novos coronavírus humanos, HCoV-NL63 na Holanda em 2004, e HCoV-HKU1 na China em 2005. Como a maioria das infecções respiratórias agudas, a etiologia é de difícil diferenciação apenas pela apresentação clínica dos pacientes e a investigação laboratorial é essencial para seu diagnóstico. Com o advento da biologia molecular foi possível aumentar sensibilidade, especificidade e rapidez do diagnóstico de infecções respiratórias virais, bem como desenvolver ensaios que detectem simultaneamente, múltiplos patógenos. Atualmente a técnica preferencial para a pesquisa de vírus respiratórios tem sido a reação em cadeia pela polimerase em tempo real, denominada Real-time PCR. Ela se destaca pela redução significativa do tempo de manipulação e obtenção dos resultados, além da melhora na especificidade do ensaio. São poucos os dados epidemiológicos referentes às infecções respiratórias causadas por coronavírus humanos no Brasil e estes, se limitam à detecção dos dois subtipos mais antigos. Sendo assim, o conhecimento da freqüência da infecção por todos os subtipos de HCoVs ainda não foi investigado no contexto nacional. A importância desse estudo reside em, após padronizar um método diagnóstico molecular sensível para detectar todos os HCoVs, obtermos conhecimento clínico-epidemiológico da infecção por HCoVs em distintas populações e o seu impacto nessas populações com diferentes fatores de risco. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CABECA, TATIANE K.; GRANATO, CELSO; BELLEI, NANCY. Epidemiological and clinical features of human coronavirus infections among different subsets of patients. Influenza and Other Respiratory Viruses, v. 7, n. 6, p. 1040-1047, NOV 2013. Citações Web of Science: 2.
CABECA, TATIANE K.; PASSOS, ANA MARIA; GRANATO, CELSO; BELLEI, NANCY. Human coronavirus ocurrence in different populations of Sao Paulo: A comprehensive nine-year study using a pancoronavirus RT-PCR assay. Brazilian Journal of Microbiology, v. 44, n. 1, p. 335-339, 2013. Citações Web of Science: 0.
CABECA, TATIANE K.; BELLEI, NANCY. Human coronavirus NL-63 infection in a Brazilian patient suspected of H1N1 2009 influenza infection: Description of a fatal case. Journal of Clinical Virology, v. 53, n. 1, p. 82-84, JAN 2012. Citações Web of Science: 6.
Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema:
CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP