FAPESP Logo

Perfil celular, funcional e bioquímico das vias aéreas de trabalhadores da limpeza profissional frente à exposição a substâncias inaláveis no ambiente de trabalho

Pesquisador responsável:

Fabio Fernandes Morato Castro

Beneficiário:

Instituição: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo: 09/16180-2
Vigência: 01 de abril de 2010 - 31 de março de 2012
Assunto(s):

Alergia e imunologia

Asma

Epidemiologia

Toxicologia

Saúde do trabalhador

Doenças ocupacionais

Pneumopatias

Resumo
Os trabalhadores de limpeza representam um grupo de risco para doenças de vias aéreas como asma e rinite em estudos epidemiológicos. Alvejantes à base de cloro são frequentemente associados à asma relacionada ao trabalho ou a sintomas de vias aéreas. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito da exposição crônica a contaminantes inaláveis durante as atividades de limpeza profissional sobre o comportamento das vias aéreas. Serão avaliados os dados de trabalhadores de limpeza de condomínios empresariais (n~100), comparando-se dois momentos: durante o trabalho e após um afastamento de 20-30 dias de férias, por meio de questionário de sintomas e ocupacional, testes cutâneos de alergia, broncoprovocação inespecífica, contagem diferencial de células no escarro (induzido), medida do óxido nítrico no ar exalado, espirometria, teste de reversibilidade, além de medidas seriadas do pico de fluxo expiratório. A avaliação ambiental será realizada por meio das medidas das concentrações de cloro (analisador portátil de leitura direta) e tricloramina (por cromatografia de íons) no ar durante a limpeza dos banheiros no local de trabalho. É importante produzir evidências de que este risco está relacionado ao trabalho e não às condições sociais ou outros fatores concorrentes, conhecer a anormalidade patológica subjacente, e investigar possíveis agentes, visando à proposição de medidas para substituição ou controle do uso dos agentes envolvidos e prevenção da ocorrência de novos casos. Além disso, o uso de novas técnicas não invasivas, e particularmente a citologia do escarro, poderá facilitar o diagnóstico e tratamento diferencial de asma relacionada ao trabalho, assim como produzir provas para o amparo legal do trabalhador. (AU)

CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP