Busca avançada
Ano de início
Entree

Arquivo virtual histórias migrantes

Processo: 10/50116-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Sedi Hirano
Beneficiário:Sedi Hirano
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/01716-7 - Arquivo virtual Histórias Migrantes, BP.TT
12/02925-9 - Arquivo virtual Histórias Migrantes, BP.TT
11/03248-8 - Arquivo virtual Histórias Migrantes, BP.TT
11/05866-0 - Arquivo virtual Histórias Migrantes, BP.TT
Assunto(s):Aculturação  Imigração  Memória coletiva  Identidade cultural  Imprensa  Fontes de informação  Arquivos permanentes 

Resumo

Este projeto tem como proposta gerar um arquivo virtual de documentos sobre o tema das Migrações. Esta proposta fundamenta-se na realidade brasileira cuja história se faz delineada, dentre outros elementos constitutivos, pelo deslocamento de pessoas: da colonização ao tráfico de escravos, das migrações transoceânicas às internas. A identidade do país, além das muitas contradições, foi construída sobre a idéia de uma sociedade multicultural. Isso não significa que seja uma sociedade sem conflitos e sem intolerância, ao contrário, nos obriga a considerar, antes de outras possíveis reflexões, em que medida o movimento - voluntário ou forçado - de populações de origens e tradições distintas poderia ter forjado a sociedade brasileira, até constituir a sua peculiaridade. A partir da década de 1980, o Brasil tornou-se um exportador de mão-de-obra, ou seja, um país de emigração. No entanto continua sendo ainda um dos destinos escolhidos pelos migrantes das vizinhas repúblicas andinas. O papel, cada dia mais relevante, desenvolvido pelas migrações internacionais no contexto da globalização é uma realidade que impregna o debate contemporâneo. País de imigrados, emigrantes e imigrantes: em uma palavra, migrantes. Essa peculiaridade faz do Brasil um observatório privilegiado das migrações passadas e contemporâneas. Entre as migrações internacionais, a relevância da italiana constituiu característica marcante da vida social, cultural e econômica da cidade e do Estado de São Paulo. Além destes, outros grupos de imigrantes transformaram São Paulo na maior metrópole migratória do mundo povoada por espanhóis, portugueses, alemães, japoneses, poloneses etc. Portanto consideramos que a recuperação e a salvaguarda da memória das migrações seja indispensável para a compreensão da mesma história de São Paulo e do papel que teve no processo de desenvolvimento do Brasil. Considerando a relevância do tema, este projeto terá como produto final o Arquivo Virtual das Migrações, cujo ob o objetivo de salvaguardar, valorizar e disponibilizar à comunidade a memória desse fenômeno histórico de fundamental importância para a compreensão do Brasil de hoje. Recuperar as fontes documentais e organizá-las é o primeiro passo para que seja possível a reconstrução da memória social e cultural das migrações. Para isso contamos com o apoio e a parceria das seguintes instituições: Arquivo do Estado de São Paulo; Memorial do Imigrante; Instituto Cultural Ítalo-Brasileiro; Instituto Italiano de Cultura; Universidade de Gênova - epartamento de História Moderna e Contemporânea; Arquivo Nacional do Rio de Janeiro; Arquivo da Cidade de Rio De Janeiro. Estamos também finalizando parcerias com a Fundação Japão, Museu da Imigração Japonesa no Brasil e universidades na Espanha e no Japão. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Ecos do arianismo e da intolerância no Brasil  
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.