FAPESP Logo

Conteúdo relacionado

    Inquérito epidemiológico e caracterização dos isolados de orthopoxvirus pela técnica de PCR combinado com RFLP e sequenciamento em bovinos

    Pesquisador responsável:

    Edviges Maristela Pituco

    Beneficiário:

    Instituição-sede da pesquisa: Instituto Biológico (IB). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
    Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
    Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
    Processo: 07/54910-7
    Vigência: 01 de dezembro de 2007 - 31 de maio de 2010
    Assunto(s):

    Bovinos

    Parapoxvirus

    Reação em cadeia por polimerase (PCR)

    Resumo
    Lesões vesiculares nos tetos de vacas apresentam uma variedade de agentes causais: estomatite vesicular, Orthopoxvirus (virus vaccinia, cowpox), Parapoxvirus (pseudocowpox), Herpesvírus bovino tipo 2, sendo que Orthopoxv (rus, Parapoxvírus e Estomatite Vesicular são zoonoses. O vírus vaccinia (vírus da vacina antivariólica) e o vírus da varíola bovina estão classificados no gênero Orthopoxvirus da família Poxviridae, os quais são precisamente diferenciados por testes moleculares. Os conhecimentos atuais no Brasil sobre estas doenças não permitem estabelecer medidas preventivas, desta forma os objetivos deste trabalho serão avaliar a ocorrência de Orthopoxvirus, empregando a reação de virusneutralização (VN) e caracterizar os isolados pela técnica de PCR para vírus vaccinia, cowpoxvirus e Parapoxvirus. Mil e duzentas amostras de soro e 40 amostras de epitélio dos tetos serão encaminhadas e analisadas no Laboratório de Viroses de Bovídeos, Instituto Biológico. (AU)

    CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
    cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP