Busca avançada

A construção de ambientes inclusivos na educação infantil

Processo: 06/55498-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2007 - 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Marie Claire Sekkel
Beneficiário:
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Educação inclusiva  Preconceito  Educação infantil 

Resumo

Este projeto tem como foco a inclusão de crianças deficientes na Educação Infantil e busca identificar as barreiras que impedem ou dificultam essa inclusão, bem como os determinantes que contribuem na construção de ambientes inclusivos. O conceito de ambiente inclusivo amplia o foco da discussão sobre a forma de inclusão de crianças deficientes em pré-escolas regulares, para a forma de inserção dos professores, dos profissionais de apoio (secretaria, cozinha, limpeza e portaria), da equipe técnica (direção, coordenação etc), das crianças, dos pais e da comunidade no processo educacional escolar. Este projeto será desenvolvido em uma escola municipal de educação infantil (EMEI), e está articulado em três sub-projetos que serão desenvolvidos concomitantemente na mesma instituição. A metodologia proposta está organizada em quatro momentos: a) observação das rotinas dos profissionais e dos grupos de crianças (Estágio I, II e m); b) levantamento de registros (relatórios, memoriais, fotos etc); c) entrevistas com crianças e profissionais; e d) discussões em supervisão com os estagiários dos três sub-projetos. Para a análise dos dados será utilizado o referencial teórico da teoria crítica da sociedade. Espera-se que os resultados permitam indicar de que modo as dificuldades internas e externas podem ser identificadas e trabalhadas, no processo de inclusão. (AU)