FAPESP Logo

Conteúdo relacionado

    Inovações metodológicas na biotecnologia de refrigeração e congelação de sêmen equino

    Pesquisador responsável:

    Frederico Ozanam Papa

    Beneficiário:

    Instituição-sede da pesquisa: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
    Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
    Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
    Processo: 03/13949-7
    Vigência: 01 de outubro de 2004 - 30 de setembro de 2006
    Assunto(s):

    Fertilidade

    Refrigeração

    Resumo
    1) Testar diluentes, acrescidos de lactose ou sacarose (associadas ou não com álcool polivinil) taurina, para refrigeração de sêmen eqüino ao longo de 120 horas através de análise computadorizada (CASA) e teste de integridade de membrana plasmática pela fluorescência a cada 24 horas e testar a fertilidade do sêmen refrigerado eqüino com a inseminação artificial após 72 horas de armazenamento. 2) Verificar a influência da adição do polímero álcool polivinil (PVA), do aminoácido camitina e de diferentes açúcares nos diluentes de centrifugação durante o processo da criopreservacao do sêmen. Comparar a utilização de diferentes crioprotetores associados ao glicerol no diluente MP 50 e verificar a fertilidade da melhor associação entre diluente de centrifugação e meio de criopreservacao. 3) Pesquisar uma técnica pioneira, ou seja; colheita do sêmen de garanhões nos haras ou estabelecimentos rurais, diluição com diluidores adequados a refrigeração e transporte destas amostras em "containeres" para os centros especializados onde serão manipulados e submetidos ao processo de congelação. (AU)

    CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
    cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP