FAPESP Logo

Imobilização de fraturas femorais com fixador externo (tipo IA) e pino intramedular de forma tradicional ou pelo método "TIE in", estudo experimental em gatos

Pesquisador responsável:

Sheila Canevese Rahal

Beneficiário:

Instituição: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo: 98/01452-0
Vigência: 01 de maio de 1998 - 30 de abril de 2000
Bolsa(s) vinculada(s):98/06741-0 - Imobilização de fraturas femorais com fixador (tipo IA) e pino intramedular de forma tradicional ou pelo método "TIE in": estudo experimental em gatos, BP.TT
Assunto(s):

Fêmur

Resumo
Com o objetivo de comparar dois métodos de fixação de fraturas, serão utilizados 18 gatos, machos e fêmeas, com idade entre nove meses e três anos, com peso entre 2,5 e 4 kg, divididos equitativamente em dois grupos experimentais. Em todos os animais será induzida uma fratura transversa do terço médio do fêmur. No grupo I a mobilização será efetuada com pino intramedular e um fixador externo (tipo IA), ao passo que no grupo II a mobilização será realizada com pino intramedular combinado a um fixador externo pelo método "TIE-IN". A consolidação das fraturas será avaliada por exames radiográficos quinzenais. A avaliação clínica constará de inspeção dos pinos e apoio do membro. (AU)

CDi/FAPESP - Centro de Documentação e Informação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

R. Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - CEP 05468-901 - São Paulo/SP - Brasil
cdi@fapesp.br - Converse com a FAPESP