Busca avançada
Ano de início
Entree

Práticas estratégicas para mitigação das emissões de gases de efeito estufa em sistemas de pastagem do Sudeste brasileiro

Processo: 17/20084-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Temático
Vigência: 01 de agosto de 2018 - 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Mazza Rodrigues
Beneficiário:Paulo Henrique Mazza Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Ladislau Martin Neto
Pesq. associados:Adibe Luiz Abdalla ; Adriana Marlene Moreno Pires ; Alberto Carlos de Campos Bernardi ; Alessandra Aparecida Giacomini ; Alexandre Berndt ; Alfredo José Barreto Luiz ; André de Faria Pedroso ; Angélica Simone Cravo Pereira ; Augusto Hauber Gameiro ; Carlos Eduardo Pellegrino Cerri ; Cristiano Alberto de Andrade ; Débora Marcondes Bastos Pereira ; Flávia Maria de Andrade Gimenes ; Heloisa Ferreira Filizola ; Ives Cláudio da Silva Bueno ; Jorge Luiz Mazza Rodrigues ; José Ricardo Macedo Pezzopane ; Linda Monica Premazzi ; Luciana Gerdes ; Magda Aparecida de Lima ; Marcos Antonio Vieira Ligo ; Patrícia Perondi Anchão Oliveira ; Paula Marques Meyer ; Paulino Ribeiro Villas Boas ; Rosa Toyoko Shiraishi Frighetto ; Sandro Eduardo Marschhausen Pereira ; Valdo Rodrigues Herling ; Waldssimiler Teixeira de Mattos
Assunto(s):Agrossilvicultura  Leguminosae  Qualidade da carne  Matéria orgânica do solo  Gases do efeito estufa  Estoque de carbono  Metagenômica  Sudeste  Brasil  Avaliação econômica 

Resumo

O acúmulo de Gases causadores do Efeito Estufa (GEE) na atmosfera é um tópico de interesse científico e público em todo o mundo. O aumento destes gases tem sido considerado como uma das principais causas do aquecimento global. Neste contexto, a pecuária bovina brasileira tem sido alvo de preocupação. Isto porque os bovinos representam 83,9% de toda a produção pecuária no Brasil e, por outro lado, o país apresenta o segundo maior rebanho bovino do mundo. Práticas agrícolas adequadas podem reduzir e/ou mitigar as emissões de GEEs, tornando a atividade pecuária mais sustentável, sendo a manipulação da fermentação ruminal e o aumento no sequestro de C duas práticas estratégicas para o Brasil. O presente projeto será executado pelo trabalho colaborativo de 5 instituições: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa (3 Centros de Pesquisas: Pecuária Sudeste, Meio Ambiente e Instrumentação), Universidade de São Paulo - USP (Centro de Energia Nuclear para Agricultura, Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos), Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - APTA (Instituto de Zootecnia), Universidade da Califórnia (Davis) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O projeto será composto por um componente experimental (fatores físico-químico-biológicos) e um componente de processamento de dados (fatores político-econômico-sociais). O componente experimental visa avaliar diferentes estratégias mitigatórias de GEE, dentro dos seguintes contextos: 1) caracterização dos componentes produtivos da pastagem; 2) metabolismo e metagenômica ruminal; 3) desempenho produtivo animal e consumo de matéria seca pelos animais; 4) qualidade da carne; 5) emissão de metano ruminal e fluxo de GEE sistema solo/planta; 6) dinâmica da matéria orgânica e estoque de carbono no solo; e 7) balanço de carbono. Os ensaios serão desenvolvidos em quatro tipos de sistemas de pastagens: 1) integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) e pastagens intensificadas com o uso de irrigação, adubação e pastejo rotacionado; 2) consorciação entre gramínea e leguminosa Feijão-Guadú, a partir de pastagens degradadas; 3) consorciação entre gramínea e leguminosa Macrotiloma com vistas à fixação biológica de nitrogênio (FBN) no solo; e 4) pastagens diferidas. Dentro do componente de processamento de dados, serão realizados 3 estudos: 1) estudo de planejamento estratégico territorial, o qual visará a criação de ferramentas de tomadas de decisões para subsidiar a transferência orientada de conhecimentos e de tecnologias; 2) avaliação econômica dos sistemas de produção pecuária com adoção de práticas mitigatórias; e 3) evolução das práticas agrícolas, zootécnicas e ambientais da indústria pecuária do estado de São Paulo comparado com outros estados brasileiros nos últimos 30 anos. Assim, espera-se identificar, entre os sistemas de produção mais produtivos, aqueles que possuem maiores potenciais mitigadores de GEE e de promover maiores estoques de carbono no solo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.