site da FAPESP
URL curto

Virologia

Apoio FAPESP em números
32Auxílios à pesquisa em andamento 
224Auxílios à pesquisa concluídos 
39Bolsas no país em andamento 
274Bolsas no país concluídas 
13Bolsas no exterior concluídas 
582 Todos os Auxílios e Bolsas
*Quantidades atualizadas em 25/02/2017
Refinar por
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Área do conhecimento
Instituição
Ano de início
Virologia em auxílios à pesquisa e bolsas apoiadas pela FAPESP.

Auxílios à pesquisa em andamento (mais recentes)

  • Compreendendo os papéis essenciais dos genes estimulados por interferon na patobiologia de vírus aviários, AV.BR

    Compreendendo os papéis essenciais dos genes e...

    A presente proposta tem como objetivo estreitar cooperações científicas entre a UFRGS-RS e a UNICAMP-SP, por meio da vinda da Prof. Ana Cláudia Franco, como Pesquisadora visitante (PV). Nesta proposta estão previstas as seguintes atividades: colaboração em projetos de pesquisa; treinamento de alunos de graduação e pós-graduação; atividades didáticas. No que se refere à pesquisa, a cand...

  • Projeto de aplicação de recursos da reserva técnica para infraestrutura institucional de pesquisa, AP.RT.INST

    Projeto de aplicação de recursos da reserva té...

    Este projeto apresenta o plano de investimento em infraestrutura de pesquisa do Instituto Pasteur, dentro dos recursos disponibilizados por meio da Reserva Técnica Institucional da concedidos pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), referente ao valor acumulado dos projetos concedidos até o ano de 2015.Este plano, aprovado na 8° Reunião do Conselho Técnico Ad...

  • Estudo da expressão e atividade de calicreínas durante infecção pelo HCMV em células tumorais, AP.R

    Estudo da expressão e atividade de calicreínas...

    Calicreínas (KLKs) são uma família de serino-proteases com especificidade semelhante à tripsina ou quimotrispsina. Pertencem às calicreínas, 15 membros denominados KLK1 a KLK15, que compreendem o maior cluster de genes de proteases do genoma humano e possuem cerca de 40% de semelhança estrutural entre si. As KLKs estão envolvidas com diversas funções fisiológicas, como mecanismos que r...

Ver todos os Auxílios à pesquisa em andamento

Bolsas no país em andamento (mais recentes)

  • Processo para o desenvolvimento de um kit diagnóstico para a detecção do vírus Zika, BP.PIPE

    Processo para o desenvolvimento de um kit diag...

    O vírus Zika (ZIKV) é um arbovirus pertencente à família Flaviviridae e ao gênero Flavivirus assim como os vírus da Dengue (DENV), Febre Amarela (YFV), Encefalite de Saint Louis (SLEV), Nilo Ocidental (WNV) e Encefalite Japonesa (JEV). Em humanos foi isolado pela primeira vez em 1952, em Uganda e na Tanzania. Em 2007 foi o causador de uma epidemia na Micronésia, no Pacífico Sul, no Gab...

  • Desenvolvimento de uma vacina recombinante com vírus quimérico de YF17D e Zika, BP.DR

    Desenvolvimento de uma vacina recombinante com...

    A infecção pelo vírus da Zika é um recente problema de saúde pública, com algumas epidemias acontecendo nas regiões tropicais da Ásia, África e Américas. O desenvolvimento de vacinas contra o Zika é de suma importância, já que até o momento não existem vacinas licenciadas. Considerando que o virus da Zika acabou de chegar ao Brasil, onde, já está produzindo epidemia de doença febril ag...

  • Caracterização molecular e perfil epidemiológico da infecção por Influenza A na epidemia de 2015 e 2016 em São Paulo, BP.IC

    Caracterização molecular e perfil epidemiológi...

    O vírus Influenza A é responsável por importantes quadros de Infecção Respiratória Aguda (IRA). Esses pacientes podem desenvolver uma reação controlada, que dura por volta de uma semana, com sintomas clássicos de tosse, congestão nasal, dispneia, coriza, entre outros, ou podem evoluir para quadros de pneumonia, bronquite ou até mesmo Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).Além da sua...

Ver todas as Bolsas no país em andamento

Bolsas no país concluídas (mais recentes)

  • Geração de vetores lentivirais para silenciamento gênico de VPS4b, TSG101 (ESCRT i), CHMP4b (ESCRT III), Rab27a, Rab27b e Rab35, BP.TT

    Geração de vetores lentivirais para silenciame...

    A família Bunyaviridae é a maior família de vírus de RNA e apresenta grande importância epidemiológica em todo o mundo, por incluir alguns dos principais vírus causadores de doenças tropicais emergentes. Entre eles alguns representantes se destacam por sua importância em saúde pública, como vírus Hantaan (gênero Hantavirus), vírus da encefalite de La Crosse (gênero Orthobunyavirus) e v...

  • Análise das interações entre a proteína M2-2, do vírus sincicial respiratório humano (HRSV), com a quercetina e a morina, BP.IC

    Análise das interações entre a proteína M2-2, ...

    O Vírus Sincicial Respiratório Humano (hRSV) é o principal agente causador de infecções respiratórias agudas (ARI), como pneumonia e bronquiolite. Trata-se de um vírus da família Paramyxoviridae, com simetria helicoidal e envelope lipídico. Possui um genoma de RNA fita simples, não segmentado, com 10 genes codificantes. Um dos fatores que contribuem para o sucesso na replicação viral é...

  • Análise metagenômica no trato respiratório de diferentes espécies de morcegos, BP.TT

    Análise metagenômica no trato respiratório de ...

    Os morcegos são mamíferos membros da ordem Chiroptera, amplamente distribuídos no mundo. Apesar do destacado papel dos morcegos no equilíbrio ecológico, a importância destes mamíferos como fonte de infecção de diferentes agentes infecciosos, principalmente vírus, representa uma preocupação em Saúde Pública. Os primeiros trabalhos que descreveram a interação entre morcegos e vírus tiver...

Ver todas as Bolsas no país concluídas

Bolsas no exterior concluídas (mais recentes)

Ver todas as Bolsas no exterior concluídas

Linha de fomento

Auxílios + Bolsas: Acumulado dos anos

Selecione o ano

Mostrar os anos em sequência

Série histórica -