site da FAPESP
URL curto

Pré-eclâmpsia

Apoio FAPESP em números
5Auxílios à pesquisa em andamento 
35Auxílios à pesquisa concluídos 
11Bolsas no país em andamento 
50Bolsas no país concluídas 
11Bolsas no exterior concluídas 
112 Todos os Auxílios e Bolsas
*Quantidades atualizadas em 16/07/2016
Refinar por
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Área do conhecimento
Instituição
Ano de início
Pré-eclâmpsia em auxílios à pesquisa e bolsas apoiadas pela FAPESP.

Auxílios à pesquisa em andamento (mais recentes)

Ver todos os Auxílios à pesquisa em andamento

Auxílios à pesquisa concluídos (mais recentes)

  • MicroRNAs circulantes em pré-eclâmpsia, AP.R

    MicroRNAs circulantes em pré-eclâmpsia

    A pré-eclâmpsia é a principal causa de mortalidade e morbidade entre as gestantes no Brasil e em vários países. Sendo assim, o entendimento da sua fisiopatologia é essencial para diminuição destes números. A busca por mecanismos regulatórios de expressão gênica, em especial os microRNAs pode auxiliar neste entendimento. Com isso, o primeiro objetivo deste projeto será comparar os nívei...

  • Condições de saúde bucal de gestantes do Município de Botucatu - SP e seu conhecimento sobre a importância da mesma na gestação, AP.R

    Condições de saúde bucal de gestantes do Munic...

    A doença periodontal que está presente em pelo menos um dente em 80% da população adulta do mundo é uma infecção oral crônica que expõe o hospedeiro aos antígenos bacterianos e seus fatores de virulência, se manifestando sob duas formas: gengivite e periodontite crônica e pode causar a perda do elemento dentário. A doença periodontal, esta também associada as intercorrências clínicas, ...

  • Envolvimento de inflamassomo e autofagia na fisiopatologia da pré-eclâmpsia, AP.R

    Envolvimento de inflamassomo e autofagia na fi...

    A pré-eclampsia (PE) é uma patologia obstétrica que incide entre 3% e 8% das gestações e destaca-se como uma das principais causas de morbidade e mortalidade tanto materna como fetal. A literatura sugere que a PE se caracteriza por um estado de má adaptação da tolerância imunológica na interface materno-fetal, determinando baixo fluxo sanguíneo uteroplacentário que resulta em hipóxia/i...

Ver todos os Auxílios à pesquisa concluídos

Bolsas no país em andamento (mais recentes)

  • Efeito modulador da progesterona, Vitamina D e silibinina em monócitos de gestantes portadoras de pré-eclâmpsia, BP.DR

    Efeito modulador da progesterona, Vitamina D e...

    A pré-eclâmpsia (PE) é uma síndrome específica da gravidez, caracterizada por hipertensão arterial e proteinúria, identificadas após a 20a semana de gestação. Essa patologia está associada com hiperuricemia, valores séricos elevados de citocinas inflamatórias, ativação de leucócitos e estresse oxidativo. Cristais de ácido úrico (MSU) e hialurona (HA) podem ativar um complexo intracelul...

  • Controle autonômico cardiovascular em camundongos knockout para receptores toll-like 9 com hipertensão induzida por Angiotensina II, BP.PD

    Controle autonômico cardiovascular em camundon...

    O sistema nervoso autônomo modula o sistema imune e a hiperatividade simpática e/ou diminuição da atividade parassimpática levam a processos inflamatórios que afetam o organismo como um todo, inclusive o sistema cardiovascular. O sistema imune está envolvido em diferentes doenças cardiovasculares, especialmente na hipertensão arterial. O sistema imune inato é o maior ativador da respos...

  • Doença periodontal em gestantes e repercussões ao recém-nascido, BP.IC

    Doença periodontal em gestantes e repercussões...

    As doenças periodontais mais comuns são gengivite e periodontite. O primeiro sinal clínico da infecção é o sangramento gengival associado à gengivite. No decorrer da infecção formam-se cálculos e posteriormente bolsas, ambas associadas à periodontite. Para Chambrone (2008), a prevalência dessas doenças está associada à deficiência da higiene oral e com a elevação dos hormônios esteroid...

Ver todas as Bolsas no país em andamento

Bolsas no país concluídas (mais recentes)

Ver todas as Bolsas no país concluídas

Bolsas no exterior concluídas (mais recentes)

  • Efeitos do nitrito de sódio e de sua associação ao sildenafil em modelos experimentais de pré-eclâmpsia, BE.PQ

    Efeitos do nitrito de sódio e de sua associaçã...

    A pré-eclâmpsia acomete cerca de 5-8% das gestações, sendo caracterizada pelo aumento da pressão arterial e proteinúria a partir da 20ª semana de gestação. Estas alterações parecem estar, inicialmente, relacionadas à isquemia placentária, provocando insuficiente oxigenação útero-placentária seguida por aumento da liberação de fatores anti-angiogênicos, tais como o sFlt-1 (soluble fms-l...

  • Compreendendo a relação entre a autofagia e atividade do inflamassoma em células de trofoblasto humano, BE.EP.DR

    Compreendendo a relação entre a autofagia e at...

    A autofagia é um processo catabólico intracelular que remove organelas danificadas e proteínas citoplasmáticas, a fim de manter a homeostase celular. No entanto, a autofagia também está envolvida na regulação da função imunológica. Duas doenças maternas distintas, a síndrome antifosfolípide (aPL) e a diabetes, estão associados com o estado inflamatório da placenta e são fatores de risc...

  • Atividade biológica de células apresentadoras de antígeno em gestações normais e com pré-eclâmpsia, BE.PQ

    Atividade biológica de células apresentadoras ...

    Introdução A interação materno-fetal e os possíveis mecanismos imunológicos de tolerância envolvidos na supressão e na expressão de determinadas respostas durante a gravidez ainda são pouco explorados. A membrana basal da placenta humana é a porção de tecido materno em contato mais íntimo com tecido fetal e parece estar repleta de células de origem imune (imunidade inata e adquirida). ...

Ver todas as Bolsas no exterior concluídas

Mapa da distribuição do fomento por município do Estado de São Paulo Pré-eclâmpsia