site da FAPESP
URL curto

Circulação oceânica

*Quantidades atualizadas em 29/09/2014
Refinar por
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Área do conhecimento
Instituição
Circulação oceânica em auxílios à pesquisa e bolsas apoiadas pela FAPESP.

Auxílios à pesquisa em andamento (mais recentes)

  • Avaliação da produtividade primária marinha através do estudo das bactérias magnetotáticas em sedimentos, AP.PFPMCG.JP

    Avaliação da produtividade primária marinha at...

    A produtividade primária nos oceanos depende da quantidade de carbono e material orgânico o qual é relacionado a uma série de fatores como temperatura, disponibilidade de nutrientes, circulação oceânica, condições oxidantes e de anóxia, quantidade de CO2, presença de água doce e mudanças atmosféricas. A soma dessas condições promove uma variação na produtividade primária em relação às ...

  • Resposta da porção oeste do Oceano Atlântico às mudanças na circulação meridional do Atlântico: variabilidade milenar a sazonal, AP.PFPMCG.JP

    Resposta da porção oeste do Oceano Atlântico à...

    A circulação meridional do Atlântico (AMOC) desempenha um papel fundamental na oceanografia e no clima do Atlântico e dos continentes vizinhos. Resultados de modelos globais acoplados oceano-atmosfera indicam uma desintensificação da AMOC para as próximas décadas. Portanto, a compreensão aprofundada da resposta da porção oeste do Atlântico às mudanças na AMOC em diversas escalas tempor...

  • Estudos paleoambientais interdisciplinares na costa do Espírito Santo, AP.PFPMCG.TEM

    Estudos paleoambientais interdisciplinares na ...

    Este projeto de pesquisa propõe um estudo paleoambiental interdisciplinar desde o Pleistoceno tardio na costa do Estado do Espírito Santo. Um dos locais de estudo compreende a região norte do estado, municípios de Linhares e Sooretama, onde se encontram reservas de Mata Atlântica. Duas abordagens que procuram explicar a atual diversidade desta vegetação serão discutidas: a teoria dos r...

Auxílios à pesquisa concluídos (mais recentes)

  • Estudo das tendências do vento na superfície do mar e seus derivados através de sensoriamento remoto, AP.R

    Estudo das tendências do vento na superfície d...

    Este trabalho se propõe a testar a hipótese de que o campo vetorial de vento na superfície do mar está mudando numa escala interanual. Variações no campo de ventos implicam em variações em seus derivados: tensão de cisalhamento, divergência e rotacional. Isto se relaciona diretamente com a dinâmica oceânica: a circulação oceânica de larga escala é predominantemente horizontal e tem na ...

  • 2010 ocean Sciences Meeting, AR.EXT
  • Ricardo de Camargo | Inst astronomia geofísica ciências atmosfericas/usp - Brasil, AV.BR

    Ricardo de Camargo | Inst astronomia geofísica...

    Os processos oceânicos que influenciam a distribuição de TSM e a correspondente espessura das camadas que armazenam calor possuem absoluta relevância para constituir forçantes superficiais adequadas para modelos atmosféricos. Existem várias iniciativas da comunidade científica internacional para estabelecer sistemas numéricos da circulação oceânica que sejam capazes de estimar corretam...

Ver todos os Auxílios à pesquisa concluídos

Bolsas no país em andamento (mais recentes)

  • Estudo sobre variações produtividade no talude continental nos últimos milhares de anos na Bacia de Santos, margem sudeste brasileira, BP.IC

    Estudo sobre variações produtividade no talude...

    Desde 2011 está sendo desenvolvido no âmbito do Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP), promovido pela Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo, o projeto "Geodinâmica de Bacias Sedimentares e implicações para o potencial exploratório (petróleo, gás natural e água subterrânea) - projeto GEO SEDex". O IOUSP participa com o subprojeto "Sedimentação da margem continental sudeste Br...

  • Paleoclimatologia e paleoceanografia entre o Eoceno médio -Oligoceno usando o Paleomagnetismo, BP.DR

    Paleoclimatologia e paleoceanografia entre o E...

    Esse projeto pretende usar magnetoestratigrafia e magnetismo ambiental de sedimentos carbonáticos, com a finalidade de obter uma reconstrução paleoceanográfica pelo período entre a metade do Eoceno até a base do Oligoceno que inclui o máximo climático da metade do Eoceno (MECO; ~40 Ma) e a transição dentro condições greenhouse e icehouse ao limite Eoceno-Oligoceno (33.7 Ma). Dados de p...

  • Evolução ambiental e climática do Rio Amazonas e a margem setentrional brasileira usando minerais argilosos, BP.PD

    Evolução ambiental e climática do Rio Amazonas...

    Na expedição com o R/V M.S. Merian para a exploração da história climática da bacia do Rio Amazonas no Holocêno e Pleistoceno, foram coletados dados para o estudo desta história em relação às variações da circulação oceânica em escalas de tempo milenar para decadal, assim como o desenvolvimento holocênico do delta submarino do Amazonas. Foram amostrados testemunhos com um testemunhador...

Ver todas as Bolsas no país em andamento

Bolsas no país concluídas (mais recentes)

  • Estudos paleoambinetais interdiciplinares na costa do Espírito Santo, BP.IC

    Estudos paleoambinetais interdiciplinares na c...

    Este projeto de pesquisa propõe um estudo paleoambiental interdisciplinar desde o Pleistoceno tardio na costa do Estado do Espírito Santo. Um dos locais de estudo compreende a região norte do estado, municípios de Linhares e Sooretama, onde se encontram reservas de Mata Atlântica. Duas abordagens que procuram explicar a atual diversidade desta vegetação serão discutidas: a teoria dos r...

  • Caracterização espacial e temporal das células subtropical-tropical rasas dos oceanos Pacífico e Atlântico, BP.IC

    Caracterização espacial e temporal das células...

    As células tropicais-subtropicais (CTS) referem-se às células de revolvimento meridional rasas, atuantes nos primeiros 500m de coluna-d'água, resultantes da dinâmica de Ekman próxima à região equatorial tanto no Atlântico como no Pacífico. As águas superficiais afloram nas regiões tropicais em resposta à divergência equatorial e são levadas em direção aos polos. Quando chegam nas regiõ...

  • O sistema Corrente do Brasil na região da Bifurcação de Santos (25°):S observações diretas de velocidade, BP.IC

    O sistema Corrente do Brasil na região da Bifu...

    A circulação oceânica de meso e grande escalas, ao largo da costa subtropical brasileira, é regida pelo complexo sistema de Correntes de Contorno Oeste (CCOs) do Atlântico Sul. Esta circulação foi descrita em sua maior parte por cálculos geostróficos, isto é, utilizando-se de observações de temperatura e salinidade. A região oceânica adjacente à costa paulista é o sítio de formação da ...

Ver todas as Bolsas no país concluídas

Bolsas no exterior em andamento (mais recentes)

Bolsas no exterior concluídas (mais recentes)

Mapa da distribuição do fomento por município do Estado de São Paulo Circulação oceânica

Histórico do fomento, por ano de inícioCirculação oceânica

Projetos de pesquisa vigentes por anoCirculação oceânica