site da FAPESP
URL curto

Queratinócitos

Apoio FAPESP em números
14Auxílios à pesquisa em andamento 
63Auxílios à pesquisa concluídos 
17Bolsas no país em andamento 
99Bolsas no país concluídas 
1Bolsa no exterior em andamento 
9Bolsas no exterior concluídas 
203 Todos os Auxílios e Bolsas
*Quantidades atualizadas em 16/07/2016
Refinar por
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Área do conhecimento
Instituição
Ano de início
Queratinócitos em auxílios à pesquisa e bolsas apoiadas pela FAPESP.

Auxílios à pesquisa em andamento (mais recentes)

Ver todos os Auxílios à pesquisa em andamento

Auxílios à pesquisa concluídos (mais recentes)

Ver todos os Auxílios à pesquisa concluídos

Bolsas no país em andamento (mais recentes)

  • Propriedades biológicas e bioquímicas de variantes naturais de HPV-18, BP.DR

    Propriedades biológicas e bioquímicas de varia...

    A infecção por HPV-16 e HPV-18 está fortemente associada ao risco de desenvolvimento de neoplasias do colo do útero. Em todo o mundo, o HPV-16, é o tipo mais prevalente em carcinomas escamosos invasivos do colo do útero, seguido de HPV-18, enquanto que HPV-18 é mais prevalente em amostras de adenocarcinoma. A variabilidade nucleotídica intra-típica de HPV-18 tem sido estudada resultand...

  • Avaliação da citotoxicidade do Terpinen-4-ol incorporado no sistema precursor de cristais líquidos, BP.IC

    Avaliação da citotoxicidade do Terpinen-4-ol i...

    Candida spp. são fungos patogênicos que possuem capacidade de formar biofilmes orais. Fatores sistêmicos e extrínsecos como a má higiene oral, uso de prótese mal adaptada e xerostomia são fatores predisponentes para o desenvolvimento da candidíase. Novas alternativas de tratamento antifúngico têm sido estudadas, devido a necessidade de limitar a resistência desenvolvida aos antifúngico...

  • Viabilização comercial de queratinócitos derivados de células-tronco pluripotentes induzidas e desenvolvimento de equivalente de pele, BP.PIPE

    Viabilização comercial de queratinócitos deriv...

    Recentemente, a busca pela substituição dos testes em modelos animais tem sido intensa. Testes in vivo para estudo de compostos ou produto final de uso cosméticos têm sofrido muitas críticas por grupos mundiais de proteção aos animais e tem despertado a atenção de autoridades políticas. Na União Europeia, por exemplo, é vetada a comercialização de cosméticos testados em animais. Os tes...

Ver todas as Bolsas no país em andamento

Bolsas no país concluídas (mais recentes)

Ver todas as Bolsas no país concluídas

Bolsa no exterior em andamento (mais recentes)

Bolsas no exterior concluídas (mais recentes)

  • Desenvolvimento e caracterização de modelo de dermatite atópica in vitro, BE.EP.DR

    Desenvolvimento e caracterização de modelo de ...

    A dermatite atópica (DA) é uma condição inflamatória crônica da pele cada vez mais comum, afetando 15-30% das crianças nos países industrializados e possuindo uma grande necessidade não atendida de terapias eficazes. DA é considerada uma doença com resposta celular tipo TH2 caracterizada pela super expressão de citocinas pró-inflamatórias, tais como IL-4, IL-13 e IL-25. Poumay e colega...

  • Desenvolvimento de modelo de cultura de células 3D de mucosa oral para estudos in vitro, BE.EP.PD

    Desenvolvimento de modelo de cultura de célula...

    Diversos estudos in vitro avaliaram os processos de reparo da mucosa oral. Até o momento, a maioria destes estudos foi realizara utilizando modelos de cultura celular bidimensionais, em que as células são semeadas em monocamada. Estes estudos apresentaram grandes contribuições para a elucidação do comportamento celular em condições fisiológicas e patológicas. Porém, o modelo de cultura...

  • Estudos in vitro do potencial de stress oxidativo e de imunotoxicidade dos corantes basic red 51 e basic yellow 57 em queratinócitos humanos, BE.EP.DR

    Estudos in vitro do potencial de stress oxidat...

    Atualmente, o uso de corantes sintéticos para cabelos é imenso, muitos desses corantes pertencem ao grupo azo (-N=N-). É conhecido que algumas aminas aromáticas usadas na preparação, ou formadas durante o processo de oxidação parcial destes corantes pela quebra do grupo azo (-N=N-) são compostos biologicamente ativos, que podem ser absorvidos percutaneamente podendo levar à toxicidade ...

Ver todas as Bolsas no exterior concluídas

Mapa da distribuição do fomento por município do Estado de São Paulo Queratinócitos