site da FAPESP
URL curto

Aedes aegypti

Apoio FAPESP em números
15Auxílios à pesquisa em andamento 
58Auxílios à pesquisa concluídos 
20Bolsas no país em andamento 
76Bolsas no país concluídas 
5Bolsas no exterior concluídas 
174 Todos os Auxílios e Bolsas
*Quantidades atualizadas em 25/02/2017
Refinar por
Auxílios à Pesquisa
Bolsas
Área do conhecimento
Instituição
Ano de início
Aedes aegypti em auxílios à pesquisa e bolsas apoiadas pela FAPESP.

Auxílios à pesquisa em andamento (mais recentes)

  • "enfrentamento do Aedes Aegypti: ação do quartenário de amônio como potencial atividade inseticida", AP.PP.SUS

    "enfrentamento do Aedes Aegypti: ação do quart...

    O Aedes aegypti (A. aegypti), mosquito cosmopolita, apresenta uma robustez biológica e capacidade adaptativa permanecendo no ambiente urbano, com alta competência vetorial, capaz de carregar arbovírus causadores de importantes doenças de impacto para saúde pública. Diversos compostos químicos vêm sendo utilizados para o controle do inseto, porém a efetividade dos mesmos é baixa, consid...

  • Estudo clínico epidemiológico em coorte prospectiva de gestantes infectadas pelo vírus Zika em São José do Rio Preto, AP.PP.SUS

    Estudo clínico epidemiológico em coorte prospe...

    A crescente epidemia de infecção do vírus Zika no Brasil representa um dos mais importantes desafios da ciência brasileira contemporânea. Os primeiros casos de microcefalia potencialmente associada a este vírus foram relatados no nordeste brasileiro. Entre agosto e outubro de 2015 dezenas de casos de microcefalia e anormalidade oftalmológicas foram observados em recém-nascidos e testes...

  • Transmissão vertical natural de Flavivirus de interesse médico em Aedes Aegypti e Aedes albopictus, AP.R

    Transmissão vertical natural de Flavivirus de ...

    Aedes aegypti e Aedes albopictus são vetores importantes na transmissão de várias arboviroses. Entre os vírus transmitidos por artrópodes com importância médica destacam-se os do gênero Flavivírus (família Flaviviridae) como vírus Dengue (DENV), vírus Zika (ZIKV), vírus da Febre Amarela (YF) e Vírus da encefalite Saint Louis (SLEV), os quais possuem grande relevância em saúde pública n...

Ver todos os Auxílios à pesquisa em andamento

Auxílios à pesquisa concluídos (mais recentes)

Ver todos os Auxílios à pesquisa concluídos

Bolsas no país em andamento (mais recentes)

  • Estudos funcionais de inibidores de proteases utilizando cultivos celulares de carrapato e mosquito, BP.PD

    Estudos funcionais de inibidores de proteases ...

    O projeto temático ao qual o presente projeto de pós-doutorado esta inserido tem como objetivo principal entender o papel das proteases e seus inibidores na relação parasita-hospedeiro, identificados em ectoparasitas relevantes para saúde pública e para agropecuária. Dentre os vetores estudados estão: o carrapato da espécie Rhipicephalus (Boophilus) microplus, vetor do parasita Babesia...

  • Ferramentas inteligentes para controle de vetores e orientação da população contra a dengue, BP.TT

    Ferramentas inteligentes para controle de veto...

    A dengue é a principal doença viral transmitida por mosquitos e um dos principais problemas de saúde pública não apenas no Brasil, mas em quase todos os países em áreas tropicais e subtropicais do mundo. Epidemias de dengue também são responsáveis por um grande impacto econômico e social nas populações em que ocorrem. Atualmente, devido a falta de uma vacina efetiva contra a dengue, as...

  • Desenvolvimento de ensaios de varreduras de RNAi na linhagem celular Aaeg2 de Aedes Aegypti, BP.TT

    Desenvolvimento de ensaios de varreduras de RN...

    A recente disponibilização da sequência do genoma do mosquito Ae. aegypti, em combinação com metodologias de análise de expressão gênica de alta vazão e genética reversa, tem gerado oportunidades sem precedentes para o estudo das respostas imunes deste mosquito contra diversos patógenos. Todavia, apesar do alto número de genes modulados pelo vírus, a identificação de fatores de restriç...

Ver todas as Bolsas no país em andamento

Bolsas no país concluídas (mais recentes)

  • Visualização de esteiras bidimensionais utilizando um túnel de filme, BP.IC

    Visualização de esteiras bidimensionais utiliz...

    Ao passar por um corpo sólido rombudo, um escoamento de fluido produz uma região à jusante do corpo onde turbilhões estão presentes, chamada de esteira. Embora as esteiras normalmente sejam tridimensionais, o estudo experimental de esteiras bidimensionais é bastante importante para a compreensão de certos mecanismos físicos. Um exemplo do ponto de vista prático é a esteira que ocorre à...

  • Expressão dos genes cry2Aa e cry2Ab de Bacillusthuringiensis T01 328 e avaliação da toxicidade a larvas de Aedes aegypti(Diptera: Culicidae), BP.IC

    Expressão dos genes cry2Aa e cry2Ab de Bacillu...

    A bactéria Bacillus thuringiensis (Bti), apresenta uma atividade tóxica a insetos das ordens de Diptera, Lepidoptera e Coleoptera. O Bti vem sendo empregado no controle da dengue, doença causada por um vírus, que se tornou um dos grandes problemas de saúde pública não somente no Brasil, como também no mundo todo. Especialmente em países de clima tropical, que favorecem a proliferação e...

  • Desenvolvimento de imaturos de Aedes (Stegomyia) aegypti em criadouros artificiais com diferentes salinidades, BP.IC

    Desenvolvimento de imaturos de Aedes (Stegomyi...

    Aedes aegypti é um mosquito bastante encontrado em ambientes urbanos e suburbanos, demonstrando comportamento endofílico e antropofílico. Seus criadouros são, geralmente, recipientes artificiais, como pneus, latas, vidros, garrafas, pratos de vasos e caixas d´água. Silva et al. 2006 registraram a presença de larvas de Ae. aegypti em diferentes imóveis, tais como residências, terrenos ...

Ver todas as Bolsas no país concluídas

Bolsas no exterior concluídas (mais recentes)

  • A rede FAPESP-Keele fase 2: geração de linhagens mutantes do mosquito Aedes Aegypti por CRISPR-Cas9, BE.PQ

    A rede FAPESP-Keele fase 2: geração de linhage...

    Para lidar com o risco de infecção provocado pela exposição a vários micróbios, os insetos desenvolveram um sistema imune com uma variedade de mecanismos de defesa que trabalham em sinergia. Recentes estudos não publicados desenvolvidos em nosso laboratório, no âmbito da rede de cooperação FAPESP-Keele, utilizando populações naturais de Aedes aegypti com níveis distintos de susceptibil...

  • Caracterização de um inibidor de linfócitos presente na saliva de Aedes aegypti, BE.EP.DR

    Caracterização de um inibidor de linfócitos pr...

    Os linfócitos T têm papel fundamental na resposta imune adaptativa contra patógenos, destruindo células infectadas, secretando citocinas que auxiliam na ativação de outras células e regulando a atividade dessas mesmas células. Porém, são também protagonistas de doenças como autoimunidade, reações de hipersensibilidade, rejeições a transplantes e linfomas. A utilização de imunossupresso...

  • Expressão de anticorpos anti-dengue em linhagens transgênicas de Aedes aegypti, BE.NF

    Expressão de anticorpos anti-dengue em linhage...

    A febre da dengue clássica (FDC) e a forma mais severa, febre da dengue hemorrágica (FDH), são causadas por quatro diferentes tipos sorológicos do vírus da dengue (DEN1, 2, 3 e 4) transmitidos ao homem pela picada da fêmea, principalmente, do mosquito Aedes aegypti. Nos últimos anos, a dengue tornou-se um grave problema para a saúde pública no Brasil e no mundo, com 2,5 bilhões de pess...

Ver todas as Bolsas no exterior concluídas

Linha de fomento

Auxílios + Bolsas: Acumulado dos anos

Selecione o ano

Mostrar os anos em sequência

Série histórica -